InicioBiografiaEspetáculosHerman RespondeEntrevistasVídeosFotosChatFãs
Sábado, 12 de Janeiro de 2008
Respostas do Herman

Caro Herman; Não resisti. Dei voltas á cabeça; perguntei aos botões "valeria a pena?", mas tenho de escrever isto: MUITO OBRIGADO. Pela lição de profissionalismo, de humildade, de saber, de guionismo que nos deu ao longo daqueles curtos trinta e três minutos que passaram numa voragem. Sou suspeito, eu fã nº1 me confesso dessa passagem de ano, desse programa que me marcou e nunca me perdoei por um descuido mo ter obrigado a desgravar em troca dos "Jogos sem fronteiras", desculpe Herman, mas foram devaneios de miudo a abarrotar de acne, depois recuperei-a em bom tempo, e dei pulos quando a RTPM a ressuscitou, mas fui dos primeiros a comprá-la. Não o vou aborrecer mais, mas aproveito para lhe desejar um optimo 2008 e um excelente Natal e que lhe deem o tal talk show num canal perto de nós... Gonçalo Vaz

 

Caro Gonçalo, o mérito dessa entrevista foi muito dos entrevistadores. Boa gente, culta, informada, e de boa fé. Tenho muitas saudades do meu passado, mas não sei porquê, estou ansioso que chegue o futuro. Este “presente” é que me tem saido muito inglório e cansativo ! Aquele abraço !

 

Olá Herman! Acabei agora de ver o teu vídeo dos incorrigíveis. Desculpa tratar-te por tu, mas são tantos anos a entrar pela minha casa dentro que já és da famelga. :) Aquele teu brinquedo (BMW Z8), como dizes no vídeo, é absolutamente MARAVILHOSO. Eu sou um apaixonado por carros, talvez por isso é que estou a tirar o curso de Engenharia Mecânica, não sei! :) Mas voltando ao Z8. Isso sim é um verdadeiro automóvel, com um maravilhoso V8 e 440 cavalinhos para o puxar. Nem imagino o gozo que esse automóvel proporciona. Se me permites, gostaria de te dizer que conheço o senhor da Baviera do Porto que te vendeu o BMW série 7. O Sr.. Jorge Sousa Santos. É um grande amigo do meu pai já desde os tempos da tropa.  Para terminar e como sei que és um apaixonado por barcos deixo-te aqui o "réptil" para pesquisares na net o barco de nome Maltese Falcon pertencente a Tom Perkins.É simplesmente o maior e mais bonito veleiro do mundo. Um brinquedo que muitos gostariam de ter mas muito poucos, ou neste caso apenas um, o têm.Um grande abraço deste teu profundo admirador.Bruno Sousa .Porto.8/12/07

 

Caro Bruno, já percebi que gostas mesmo de carros. Como eu. Tenho pelo meu Z8 um encantamento especial... Primeiro porque é um grande carro, mas depois porque me reporta para o meu primeiro “brinquedo” de sonho: um Jaguar E V12, de 1972, que comprei com 17 000 kms a seguir ao 25 de Abril por 550 contos ! Também prateado, também com estofos de cabedal preto, também com uma cavalagem valente – para a altura: o motor de 5.3 litros debitava 285 cavalos, tinha uma ignição electrónica Lucas OPUS, e usava quatro carburadores Zenith-Stromberg, que estavam sempre desafinados, e me obrigavam a gastar fortunas em gasolina ! J

 

Meu caro. Nasci em 1955...está quase tudo dito...Desejo que este Ano que se inicía ,hoje ,seja o da grande "encruzilhada" do teu destino!... Um abraço. João Patrício

 

Caro João, com que então vamos envelhecer juntos, hem ? Obrigado pelos votos ! Que me possas acompanhar na encruzilhada, com o dobro da minha felicidade, pelo menos...

 

Boa tarde, Em primeiro lugar gostaria de dizer que para mim o HERMAN JOSÉ, é o melhor humorista do mundo. Depois gostaria de dizer que acho que a Sic, está a tratar muito mal o melhor humorista do nosso País. Quando, é que o HERMAN JOSÉ muda de estação de televisão??? Madalena Barbosa

 

Madalena, nas próximas duas semanas, decidirei o meu futuro. A ficar na SIC, acredito que o encantamento que o Nuno tem pelos “veteranos”, nos proporcione tempos menos stressantes...

 

Caro Herman.Tenho 58 anos. Dizer das gargalhadas com lágrimas que devo aos seus geniais sketches ao longo da vida, será para si banal. Mas faço questão de fazê-lo, assim como ouso ter a franqueza de lhe confessar quão longe está na sua fase/faceta interventiva ou na brejeira. O "Hora H" tem uma qualidade surpreendente, mas é, porventura, sofisticado e caro. Quem me dera voltar a vê-lo, saudavelmente brincalhão e cáustico, simplesmente parodiando pessoas e acontecimentos como "O Fenómeno do Entroncamento", ou "Os Encontros" (à Henrique Mendes), ou a inenarrável "Balada de Hill Street", ou a "Entrevista ao D. João V", etc, etc, etc!!!!, com actores como Vítor de Sousa, José Pedro Gomes, Lídia Franco e outros, cujas afinidades desencadeavam gargalhadas entre as gargalhadas. Isto é, no meu modesto entendimento, o terreno do seu génio, aquilo que nenhum outro, apesar de louváveis esforços, consegue fazer. Desaproveitá-lo é uma perda nacional. Creia. Obrigado . João Nuno Lameiras

 

Caro João Nuno, eu não sou um “satisfeitinho da Silva”... Vou continuar à procura. Pode ser que o compromisso ideal disso tudo esteja por aí ao virar da esquina... Obrigado pelo elogio.

 

Joana, eis-me de volta ao norte depois da noite fantástica de ontem! Mais uma vez...OBRIGADA!!! Queria apenas dizer ao Herman que vivi uma noite mágica, que assistir ao espectáculo dele, falar com ele, dar-lhe um abraço...foram momentos memoráveis...jamais esquecerei! O nervosismo era tal que, confesso, não faço ideia do que foi que lhe disse:-)...espero não ter sido patética :-) Vou fazer um esforço para aparecer de novo e assistir ao espectáculo do dia 8. Obrigada pela simpatia, pela proximidade, pelo carinho! ADORO-O! Muitos beijinhos para si. Beijinhos para ti tb Joana!Ana Luísa

 

Doce Ana, foste tudo menos pateta ! Volta sempre e muito !

 

Caro Herman, gosto de música clássica e jazz e não gosto de publicidade pelo que sou ouvinte da antena2, RDP, e considero que naquela estação há um grande manancial de intelectuais afectados. Não sei se ouve mas aconselho. Deve bastar um dia de audição. Será que seria de considerar fazer um boneco inspirado nos mesmos? Também penso que seria engraçado um boneco sobre o militante de esquerda  português, snob tentando passar a mensagem subliminar de que é de origem aristocrática traindo os seus. Também o português de classe média/média alta armando ao pingarelho e bramando contra a baixeza das classes baixas, que não arrisca um mílimetro do seu conforto por nada, anda de Audi ou BMW (pretos), veste permanentemente de azul escuro ou preto, estaciona em 2ª fila pois pensa que as regras são para «os outros», e as regras de trânsito são para seguir segundo a cilindrada do veículo que cada um conduz. Andam colados nas estradas e vão de LX ao Algarve em permanente ultrapassagem e competição, pese a fila contínua de veículos. Não gastam um cêntimo em artigos culturais, acha o Brasil « o máximo», acha que as fórmulas de cortesia são apenas para ser usadas com os iguais ou superiores a si. Tendo muitas vezes um comportamento cívico reprovável, assaca todos os males do país ás classes trabalhadoras, regateia os honorários da empregada da limpeza até ao último cêntimo merece um boneco. (Vidé profissionais liberais/quadros médios/superiores de empresas  e afins). Incapazes de sair á rua sem roupa de marca, são casados com uma Pureza Teixeira da Cunha, os filhos chamam-se todos Martim, Salvador, etc (Gonçalos são ás dezenas de milhar)  e têem sempre camisolas com riscas largas e o cabelo meio comprido com umas pôpinhas e são capazes de matar para serem vistos na Kapital. O LUX está cheio deles.  E tenho a certeza que está careca de os vêr em Vilamoura. Seu poiso de eleição. Penso que o boneco pode ser uma fusão destes 3 tipos da sociedade portuguesa.Tem outra personagem social que se pode fundir no boneco: aqueles funciónários da TV e jornalistas que conhecem figuras públicas e que têem aquela pose "tu cá tu lá com Elizabeth Taylor". Leram todos A Insustentável Leveza do Ser e O Memorial do Convento livros que consideram fundamentais. Resumindo: o "intelectual" snob e pomposo que não se enxerga e crê ter/ser a solução para todos os males do mundo sem capacidade de autocrítica, fashion victim sem idéias proprias e que apenas papagueia o "que está dar" e obsecado com status. Dou-lhe exemplo de amiga minha que sendo do MRPP se  referia a alguém nos seguintes termos e em tom de admiração: « é electricista MAS é um gajo porreiro!» Também os "assistentes de produção" e outros trabalhadores do "show business". Dou-lhe exemplo: fui figurante no filme Casa da Rússia e reparei que aqueles meninos/as cuja única função  é andarem por ali com um "walkie talkie", e outros de actividade que desconheço eram de uma arrogância suprema no trato com os figurantes. No entanto um actor secundário que não sei o nome e julgo inglês, e que já vi em alguns filmes e séries sentava-se conosco falando normalmente como se fôssemos colegas.  O que une todos estes personagens é a sua origem, geralmente pequeno burguesa e partilham o horror pelas pessoas que tenham actividades humildes ou vulgares. O deslumbramento pela aristocracia e o desprezo pela populaça, a adoração por tudo que é "moderno" e tem status. Presumo que deve conhecê-los ás dezenas pois são untuosos com as figuras públicas, (e arrogantes com os humildes). Sendo universais todos estes tipos, em Portugal são uma instituição. Outra particularidade: ao referirem-se a realizadores de cinema nomeam-nos pelo nome próprio como quem é íntimo referindo-se a amigo comum. « O Wim (Wenders) diz que...», etc. Isto dito não esquecer , artistas plásticos, designers, estudantes de arquitectura e afins que com os anteriores partilham algumas características. Básicamente é o tipo português/latino/mediterrânico milenar: « com o mal dos outros posso eu bem! » Quanto pior estiverem os outros mais eu brilho. Acredito profundamente que a posição política não muda os traços  destes personagens pois o que os une a todos é o oportunismo e a crença de que a posição social justifica toda e qualquer torção da espinha dorsal a qual têem bastante elástica. O que de facto une todos estes personagens é o horror ao trabalho, ao risco, á diferença e a apetência pela corrupção e o status. Vidé também notícias sobre estudantes universitários portugueses no estrangeiro que ostentam carros topo de gama e artigos de luxo. Numa orgia de vontade de reconhecimento social. Isto dito, não é demais caricaturar os tipos populares invejosos, rancorosos, homofóbicos e cujo artigo 1º da sua escala de valores é a sua heterosexualidade e a capacidade de não exibir o minímo traço de alguma sensibilidade excepto em relação a suas mãezinhas boçais e bigodudas e  têem a firme convicção de os ricos serem todos « uma cambada de paneleiros» ou dados ás mais abjectas práticas sexuais. E já agora um tipo que odeio particularmente: caixeiros, empregados de hotelaria, contínuos e seguranças untuosos com quem consideram superior e desdenhosos e rudes com quem julgam pobre. Claro que o homosexual de classe baixa e pequeno burguesa (o Nelo) , que na sua qualidade de vítima se julga na posse de toda a razão, porque sim, ele é que sabe, e odeia toda a gente, é racista, ou odeia efeminados (normalmente dizem : eNfeminados), ou odeia velhos ou gordos ou feios ou mulheres como se estas condições fossem defeitos de carácter merecem também ser retratados. É pedagógico, digo eu. Não vale a pena publicar este email ou sequer responder. Sei que voçê está mais que eu ciente da existência destas figuras. apenas quero reforçar a idéia da oportunidade de retratar toda esta gente coisa que voçê já faz em maior ou menor grau. Só falta mesmo é a malta do jazz, da música clássica e das artes. Uf! Um abraço. Paulo Mestre

 

Grande texto, alto recheio ! Obrigado Paulo, e um bom ano !

 

Conheço, claro! E conhece a relação directa que há entre Frank Zappa e Varèse , e Varèse e Xenakis? E imagina que devo ter sido eu a primeira pessoa a passar, em 1985/86, na Rádio-Antena1, no Programa da Manhã do Júlio Montenegro, onde eu tinha a rubrica "De toda a música", passagens da música que Zappa compôs no IRCAM-Paris, num LP, em que há coladoração do próprio Pierre Boulez, director, na época, do IRCAM, e onde eu tinha feito um estágio 4 anos antes? E que tive alunos apaixonados pelo Frank Zappa, sobre o qual discutíamos? Gostei de ter trocado algumas palavras consigo em 2007. Se não nos encontrarmos nunca pessoalmente, encotrar-nos-emos como de há muitos anos nos encontramos, nos sítios e nas horas do costume. Sabe que há uma exptessão do Artur Semedo que eu tomo como minha quando vou ao meu café da Rotunda da Boavisa- o/a Peninsular, que talvez conheça, encontrar-me com amigos próximos: "vou à missa das 5", que para o seu amigo actor era a "missa das 7", o seu Roda da Sorte, se não me falha a memória (e conto muitas vezes aquela de uma senhora atirar com "Baliza!"..."Não..."..."Biluza!" Não...", e não ver a concorrente a evidência de "Beleza", antecedido, no quadro, de "Miguel""!!!!! Um grande 2008. onde quer que esteja, para onde quer que vá, e faça o que fizer! Um grande abraço.Cândido Lima

 

Caro Cândido, baixo as minhas armas. E prometo rever a minha cultura geral no que concerne a esse prodigioso triângulo Zapa / Varese / Xenakis ! Excelente 2008 !

 

Viva! Sou daquelas pessoas, como 98%  dos portugueses trabalhadores por conta de outrem, que para ganhar o tostãozinho saem cedo e voltam tarde, que os horários de assistir a televisão é das 20 hrs ás 23 hrs. Mesmo assim ás 22:40 hrs há estou em periodo de reflexão interior inconsciente -vulgo sorna de sofá. Ao fim de semana este horário é alargado, mas pouco...... Tudo isto como introdução a uma sugestão: Como a nossa televisão, ( para quem não tem TV cabo) é um elogio ao passado. Passado aos programas que já tiveram graça no seu tempo, aos reallity Shows ( seja isto o que for!), aos concursos a seguir aos noticiários, etc..... Sugiro ao Herman, que proponha ao Penim ou seja lá quem for, para subsbtituir os Malucos do Riso, neste momento já se tornaram os Tótós do Riso, a igual periodo da Hora H.Podem até começar pelo 1º programa -não me importo, e continuava o elogio ao passado,mas mais moderno! Agradeço desde já este esforço. Para a minha geração, que cresceu com o Tal Canal, Herman Enciclopédia, Hermanias, etc... è simplesmente ridiculo, continuar a usar o despertador para ver o Herman! Um Grande Beijo! Ana Paula Marques

 

Cara Ana Paula, por vezes também recordo com saudade os bons tempos dos “horários decentes”. Diz o povo que “não a mal que sempre dure”... Pode ser que desta vez o povo tenha razão ! J

 

ola joana obrigado pela possibilidade de entrar em contacto com o herman e poder trocar algumas palavras com ele. ola herman tudo bem espero que sim, escrevo-te este mail para te dizer que tenho muitas saudades tuas e dos teus programas. devo dizer que tenho 28 anos sou chef de pastelaria num restaurante de um hotel na suiça italiana, região dos grandes lagos não muito longe de Milão (cerca de cem km) e bastante proximo de Villa d´Este região de Como, onde sei que ja estiveste como se pode comprovar pelas fotos que se encontram neste blog. na zona onde me encontro so tenho acesso a RTPi, por este motivo não te vejo na telivisão com tanta frequencia como desejaria, o que para mim e uma grande pena pois sou um grande fã teu. dos teus programas os meus preferidos são o herman 98/99 da rtp e o herman sic, mas, recordo algumas situações bastante engraçadas relativas a outros programas como por exemplo aquela vez em que no programa " roda da sorte " levaste uma caçadeira para o estudio e rebentaste com a montra de premios, lembraste ? foi fantastico. mas tambem me lembro de uma vez no herman 98 ou 99 em que o teu convidado era o nicolau breyner e tu (a paginas tantas durante a entrevista) tiveste um ataque de riso absolutamente hilariante não so para ti mas tambem para a restante audiencia, enfim alguns pequenos momentos de que me recordo neste instante. olha herman tenho pena de nao te ver na televisão publica a não se um destes dias em que te vi no portugal no coração, se tiveres possibilidades volta para a rtp acho que la e o teu lugar (na minha modesta opinião). em fevereiro irei a portugal de ferias e gostaria muito de visitar o teu restaurante, no entanto gostava de te encontrar la em pessoa podes-me dizer quando te posso la encontrar ? so mais uma coisa, desculpa se te trato por tu, mas sabes, vejo-te a tanto tempo na televisão, sigo atentamente os teus programas e ja não te vejo como uma pessoa estranha mas sim como uma pessoa de familia ou uma especie de amigo proximo a quem se quer bem apesar de não se ver com muita frequencia. desejo muita saude e muito sucesso para ti, para a tua mãe e para os que te estão mais proximos. bom natal obrigado mais uma vez joana pela possibilidade que me da e espero que este meu mail tenha resposta (se possivel ainda este ano). Hugo Coelho

 

Caro Hugo, trabalhas numa zona bem interessante. Morro de amores de Villa d’Este e daquele lago mágico que o George Clooney escolheu como lar... Pode ser que o futuro – mais tarde ou mais cedo - me traga de volta à RTP i. Não há público mais grato que o emigrante !

 

Caro Herman, o que tinha para lhe fazer não era bem uma pergunta, mas sim manifestar o desejo de o conhecer pessoalmente, tenho 23 anos, e já ha algum tempo o ambiciono, bem que me fartei de mandar mails para o muita giras, mas sem sucesso. Antes de terminar não posso deixar de parabeniza-lo pelo excelente trabalho desenvolvido ao longo dos anos, e desejo continuação do mesmo. Abraço. David Semedo

 

Caro David, quando puderes, vai um sábado até aos Bastidores do Café Café. (No próximo dia 19 de Janeiro estou por lá). Actuo sempre por volta das 00 15, e costumo ficar por ali a confraternizar com o publico. Terei o maior prazer em te dar um abraço !

 

Ulá !!!!! Tudo bem contigo querido? Ou posso tratar-te por amorrrr? Lembras-te de quem eu sou? ( Fica mais poetico ) Kero-te ... dizer (hm, hm ) que já vi o teu web site e que todos os dias vou lá visitar-te. Já Te vi a cantar o Devil May Care... Tens que arranjar um comadre com as voz parecida com a da Diana, para te cantar aquela: " Those happy hours I spent with you, that lovely afternoon, Most of all , I miss you so". Tas imaginando a tua "querida" ... Conheces alguém assim ? Não me estou a oferecer para cantar nem nada, mas olha que as minhas musicas ficavam bem na tua banda... O que achas? Lembras-te do cd que te enviei em Maio 2005? Agora tenho mais músicas, a maioria delas em português e " feitas com a mesma dedicação". Por acaso não sonho vir a ser cantora embora eu ache que as minhas músicas teriam sucesso se fossem publicadas... terás a mesma opinião? ( já tens duas perguntas dificeis para responder... tu respondes mesmo aos e-mails????) Olha tenho uma proposta para te fazer : Eu passo os dias em casa a trabalhar e o meu trabalho é divulgar o meu website www.ritadacosta.com, e as minhas pinturas via internet para todo o nosso querido Portugal e pelo mundo inteiro e, como tal tenho uma catrefada de e-mails. A minha proposta é pobrezinha, mas aos poucos e poucos milhares de pessoas ficam a conhecer o que nós promovemos. Queres que lhes dê a conhecer o teu web site? Se queres, como seria ? Olha, se queres ver pinturas minhas e não só , para além daquelas que estão no meu Web site,  vai ao site amaricano www.artnowonline.com, e procura na letra D, o meu nome: RITA   DA COSTA. Estou ao pé do salvador Dali... Conho!! ( Como na entrevista histórica! ) Sei que vais responder ao meu mail, pelo menos quero saber. Muitos beijinhos Rita da Costa

 

Fica a notícia Rita ! E também o repto para que te visitemos em bloco ! Beijos e um 2008 sem perder essa maravilhosa energia !

 

Olá Herman e olá Joana, para os dois um bom Natal, visto já o ter desejado á Joana, este é especialmente para o Herman. Que esta quadra seja passada o melhor possivel, com muita tranquilidade e saúde, se possivel que o Pai Natal seja generoso e leve para longe a hipócrisia que é normal nesta época. Desejo do fundo do coração que o novo ano seja bem melhor que este, que todos os sonhos se realizem e que o Herman continue a entrar nas nossas casas e a transmitir muita alegria e muito humor, aos invejosos deste país,que se abra uma vala bem funda, onde eles se enterrem todos, assim tipo nazi, tipo campo de concentração, qualquer coisa serve, deste que se consiga exterminar essa raça do planeta. Brincadeiras á parte, um fantástico ano 2008, para mim o 2007 é para esquecer, das melhores coisas que me aconteceram, foi sem dúvida conhecer o Herman, ao vivo e a cores. Beijinhos desta fã que vive na esperança de ver o Herman a dar o seu melhor durante muitos e longos anos, e obrigado por tudo o que me tem dado. Beijinho também para a Joana, que tem uma paciência incrivel. Isabel

 

Querida Isabel, quando tiveres a vala aberta, avisa ! Beijos e um grande 2008 para ti !

 


Este Homem não é do Norte Carago:

publicado por Joana às 21:09 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Maria a 13 de Janeiro de 2008 às 14:38
É só para deixar aqui um beijinho para o Herman José.
Maria


De Tony Ribeiro a 19 de Janeiro de 2008 às 11:48
Caro Herman José , como um grande artista que é , e todos quantos o admiram sabem que é assim, como é o meu caso, os outros aquela pequenina minoria que não gostam de si mas esses como é uma pequena minoria nem sequer dá azo para preocupações.
Quanto ao falar de si nem sei o que dizer pois , com um artista como você não é fácil, por vezes dizer algo mesmo que seja umas simples palavras, porque já tanto foi dito , elogiando o seu trabalho, elogiando a sua pessoa, e ainda bem que o trabalho de tantos anos foi e é reconhecido. Mas resolvi escrever só para lhe dizer que admiro imenso o seu trabalho desde á muitos anos a esta parte , quer vcomo humorista quer também na parte séria como é o caso em alguns programas que tem feito.
Um forte abraço com amizade e votos sinceros que nos continue a oferecer por muitos e longos anos a alegria e a boa disposição a que nos tem habituado.
Tony Ribeiro


De gisele a 28 de Dezembro de 2010 às 19:51
para mim tom cavalcante é o melhor humorista do Brasil


Comentar post

CONTACTOS PROFISSIONAIS
susana.silva@hermanias.pt


email do blog : joanaherman@gmail.com

Facebook


Página feita pela :
HERMAN AO VIVO


Anunciozinho Bom


Quando um gajo não pesquisa, é muita complicado
 
Livro - As Melhores Anedotas do Herman
CD - Adeus Vou Ali Já Venho
DVD - Herman Enciclopédia
DVD - O Tal Canal
DVD - Hermanias Especial Fim de Ano
Livro - As Eternas Anedotas do Herman
DVD - Crime na Pensão Estrelinha
Herman


O Verdadeiro Artista


El Grande Criador de Toda a Música Ró

Get the Flash Player to see this player.

Ó prás novidades tão jeitosas
Letse Luque Eta Treila
online
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
design por isa costa

Blog de fã dedicado a todo o trabalho de
Herman José