InicioBiografiaEspetáculosHerman RespondeEntrevistasVídeosFotosChatFãs
Sábado, 24 de Novembro de 2007
Respostas do Herman - Parte II

Querido Herman, Desculpe tratá-lo assim mas para mim será sempre o meu querido Herman, que me fez rir como ninguém ao longo de quase toda a minha vida e por isso lhe sou eternamente grata; e olhe que sou extremamente exigente em relação ao humor; por exemplo os Gatos são de facto maravilhosos mas a verdade é que têm demasiados altos e baixos, umas vezes são hilariantes mas na maior parte do tempo pura e simplesmente não me fazem rir. Inteligentes, mas aquela graça natural que tem o Herman, por enquanto é só mesmo o Herman que tem. Acho horrível e desprezível a ingratidão dos públicos que esquecem com imensa facilidade um trabalho de uma vida quando alguma coisa corre menos bem. De facto a Hora H não será o seu melhor programa, para além de que o horário em que passa também não é o melhor. Mas por amor de Deus! Como se atrevem a dizer que o "Herman perdeu a graça?" e outras barbaridades afins? Não lhes chegam 30 anos ou coisa assim do mais puro, irreverente e maravilhoso humor? Quem é que se aguenta tanto tempo em estado de graça? Até agora, ninguém.Por isso espero que continue por muitos anos a dar-me o prazer que me tem dado e por favor, não se reforme da TV.Obrigada querido Herman por existir. Ana Gonçalves

 

Querida Ana, há muitas críticas que aceito com serenidade, até porque sou o meu “cliente” mais exigente. Os últimos anos trouxeram-me muitas surpresas desagradáveis, alguns erros, uns voluntários, outros impostos, e algum lixo de que me arrependo. O Hora H é um programa rigoroso, experimental, nem sempre brilhante, mas que nos trouxe muito: a minha agilidade de actor (que o HermanSIC tinha posto na arca frigorifica) e uma equipa nova e motivada ! Também a equipa de autores se foi renovando. Só tenho portanto que encarar o futuro com optimismo, e não me deixar abater pelos “velhos do Restelo”. São fãs como a Ana que os esvaziam e matam de ciúmes ! Beijos !

 

Ola Joana. Lindissima Joana, alias, dado que te vi, tao freca e tao gira no ultimo espectaculo do Herman. Antes de mais, parabens pelo teu trabalho e pela tua dedicacao. O que vou escrever eh muito simples e infelizmente vai ser feito num teclado desconfigurado, portanto perdoem-me a falta de acentos nas palavras. Farei o melhor que sei. Herman, tenho 25 anos e desde que me conheco como sendo aquilo a que chamo eu, fazes parte da minha vida. Aprendi a cantar os genericos dos teus programas antes de saber falar. Nao me lembro de uma unica memoria televisiva onde nao estejas presente. Sei de cor as datas e os elencos de cada programa que fizeste. Admiro-te por te reinventares a cada trabalho, a cada projecto e por nunca teres deixado de ser o homem que tanto adoro. Eu propria escrevo comedia e, diariamente, transpiro pela inspiracao, mas a insanidade, o olho critico e o humor que surge das catacumbas da desgraca, esta sempre ah tona. Vida de palhaca pode ser bem tragica... Se eu agora tivesse mais 30 anos podia dizer-te que entendo o drama que eh fazer alguem rir, mas eu nao tenho nada para te ensinar, apenas por aprender. A minha pergunta eh a seguinte - tens consciencia de que um dia trabalharei contigo em comedia, nao tens? Um beijo, Diana

 

Olha Diana, não tinha essa consciência, mas passei a tê-la ! Até porque pelo andar da carruagem, o mais certo é eu acabar os meus dias transformando os Bastidores numa universidade para jovens humoristas.

 

Caro Herman, Estive presente em Fátima no espectáculo memorável em que o Herman atribuiu um prémio aos Gato (o meu namorado é de Leiria). O Nuno Santos foi ao palco dar o prémio à Fátima Campos Ferreira, e durante o seu discurso afirmou perante 2500 pessoas que a RTP "quer o Herman na sua equipa". Já está alguma coisa decidida ? Se sim, que tipo de programa podemos esperar ? O regresso aos talk shows, ou a continuação de programas de ficção humorística ? E se os boatos da ida do Nuno Santos para a SIC se concretizarem, volta atrás na sua decisão aparentemente irreversível de deixar de vez os "terramotos" do Penim ? Luci PS. O meu namorado ouviu que o Herman faz parte da programação dos espectáculos municipais da Câmara de Leiria em 2008. Já tem data ? Adoravamos poder assistir!!!

 

Cara Lucinda, o meu “namoro” com o Nuno Santos é antigo, o meu regresso à RTP uma inevitabilidade, mas eu não acredito na mudança só pela mudança. Enquanto a SIC lutar por mim, e achar que eu sou uma mais valia nas suas hostes, não cometerei a traição de virar as costas só porque sim. Foi a convicção e não o dinheiro que me fez trocar a RTP pela SIC em 2000, o inverso dar-se-á pelas mesmas razões, e nunca por pressões, leviandades, ou caprichos. Quanto ao espectáculo em Leiria, não está agendado ainda, mas não vamos perder pela demora ! Eu depois aviso ! Beijos !

 

Sou sua imensa fã há muitos anos(não o posso tratar por tu não porque seja mais velho que eu, mas pelo enorme respeito e admiração que tenho por si,enquanto homem e enquanto artista). Lembro-me de ouvir o seu programa de rádio,acho que era o "Rebeubeu Pardais ao Ninho",que dava ao fim-de-semana e que eu ouvia na cozinha enquanto a minha Mãe preparava o almoço,lembro-me de rirmos às gargalhadas e não deixar-mos ninguém fazer barulho para não perdermos pitada. Na altura era estranho porque eu andava na escola e quando contava as suas piadas e sketches do "Tal Canal" os meus amigos não percebiam,porque ainda estavam na fase da abelha maia ou coisa do género.
Sempre achei que apesar de não o conhecer pessoalmente tinhamos muita coisa em comum,porque houve uma altura,já não me lembro em que programa seu foi,mas o Herman criava piadas sobre coisas com as quais eu também "gozava" parecia que tinhamos falado e que nos conheciamos,era um pouco estranho.
Para além disso temos gostos musicais idênticos e ainda agora fiquei a conhecer mais um nome interessante o de Roger Cicero,já o "bookmarquei",muito obrigada pela dica.Eu apesar de ter nascido em Hamburg,não entendo patavina de Alemão com muita pena minha,já tive aulas no Goethe Institute mas foi pouco tempo e fiquei na mesma. Adoro Big Bands e lembro-me de ver,ainda muito pequena,os programas na tv alemã com orquestras ao vivo.Nunca tinha ouvido um som tão New York em tom alemão,o Roger Cicero teve muita coragem em não seguir o main stream e apostar na língua da sua pátria apesar de se calhar nunca vir a fazer sucesso no estrangeiro. Bom muito mais havia para dizer mas esgota-se o tempo e não queria tornar-me chata,adoro o "Hora H",apesar de não conseguir ver o programa todo,tenho crianças pequenas e já estou cheia de sono à 1 da manhã,não se admite que passem repetições dos malucos do riso e não se consiga um melhor horário para o seu programa,nem o Herman nem nós seus fãs merecemos tal tratamento.Vou-me contentando com os seus Incorrigiveis,sempre à espera para chegar o dia da sua crónica, e fico sempre com pena quando o risco da imagem começa a chegar ao fim,gostava tanto se ver mais coisas suas,obrigada por nos dispensar 5 minutos da sua atenção e de nos ir aliviando desta nuvem de parvoices com que nos inundam os dias. BEIJINHO BOM PA'SI,  e não desista de nós... Cristina Malhó Gonçalves

 

Querida Cristina, já vi que somos almas gémeas… E que divertido também ter aderido ao Roger Cícero ! Tenho a maior pena de não ter um horário melhor, mas como a maioria dos detentores de aparelhos de audiometria não são da sua opinião, temos de nos conformar ! Beijinhos, e quando a desistência, só lá para os 99 anos como o Fernando Pessa !

 

Olá Herman!!! Sou teu fã há muitos anos, já desde o Sr. Contente e o Sr. Feliz!  Tenho uma grande pena de não conseguir arranjar uma coisa que me fez ir às lágrimas e quase sufocar - no Herman Enciclopédia o "Pai Querido". Será que não dá para colocares esse sketch no youtube ou pelo menos disponibilizares um mp3 da música!  Abraços e continuação de uma carreira de sucessos, estaremos sempre por cá para nos deliciarmos com o teu humor!

 

Caro Jorge, esse sketch está no You Tube já há alguns tempos, postado pelo JP – a quem agradeço o cuidado, como é obvio: http://www.youtube.com/watch?v=QBRyCue4D2o

 

Ganda Herman, Herman sempre tive curiosidade em conhecer um português que é maior que a nossa "térrinha", a tua inteligência e bom senso juntamente com a arte que nasceu em ti é única no nosso país. Sempre tive uma admiração pela pessoa e artista que é. Ainda me lembro quando ia a caminho da escola, nos Olivais/Lisboa, com os meus amigos a copiar as tuas maluquices do Tal Canal da noite anterior e agora já tenho 42 anos, é impressionante que continuo a seguir o teu humor como se fosse ainda o mesmo "puto".  O Herman é a pessoa mais parecida comigo que eu conheço, quer dizer tirando a fama e o sucesso, mas a maneira de ser o sentido do humor e até expressões somos iguais, talvez seja da influência de tantos Anos a segui-lo na Tv. Herman continua a fazer coisas grandes neste "quintalzinho" para animares a vida à malta e não te reformes ainda, que eu já não sei que merda mais fazer neste Portugal para ter sucesso nos negócios e viver bem com a familia. Um grande abraço, João Taboas

 

Caro João, espero continuar a dar-te razões para te sentires minha alma gémea ! A luta continua !

 

Caro Herman José, sou um aluno do curso de engenharia aeroespacial do www.ist.utl.pt tenho 21 anos e sempre que tenho tempo, já que nao vejo muito TV e os teus (se me é permitido) programas dão a uma hora muito tarde; vejo algumas coisas na net, agora vejo sempre os teus vídeos e os do Diogo Quintela também. Mas nao é isso que me faz escrever este mail. No último vídeo falas sobre a co-inceneração numa forma prejurativa, talvez porque ainda não tenhas tido acesso a uma informação mais técnica, de forma a compreender melhor o processo. Assim dei-me ao trabalho de reunir algumas informações de modo a poderes reformulares a tua posição sobre o tema. Comecemos pela simples definição do que é a co-incineração: http://www.netregs.gov.uk/netregs/275207/1108823/1495399/?lang=_e como vês a co-incineração difere da incineração, porque esta é feita com os resíduos misturados com combustível (mais à frente explicarei a enorme importâcia disto) e a energia térmica gerada é aproveitada para aquecer água e assim alimentar turbinas de gás (vapor de água) para gerar electricidade, ou para aquecer fornos (como no caso das cimenteiras), para aquecimento da cidade (através de distribuição de água quente pelas casas) entre outros fins. A essência é que a energia térmica seja aproveitada e nao seja só queimar sem utilidade. O processo é desde há muito utilizado em abundância na Suécia, Dinamarca (há mais de 100 anos!!) e Japão. Mas também na Alemanha, Holanda ou França. Como podes ver neste artigo Dinamarquês muito interessante: http://viewer.zmags.com/showmag.php?mid=wsdps
Na realidade as primeiras incineradoras, cujo objectivo era reduzir a cinzas os resíduos quer urbanos quer industriais e mesmo hospitalares (porque as altas temperaturas destroem bactérias, virus e toxinas perigosas), não eram de todo amigas do ambiente, porque não tinham propósito algum, a energia calorífica era dissipada nas águas dos rios ou mares. Estas não tinhas filtros, pouco se sabia da química da combustão, nessa altura, e acabava-se por espalhar na atmosfera muitos gases nocivos à saúde humana. Contudo neste anos todos, pessoas da ciência, não têm estado paradas, e muitos avanços se têm realizado. Desde mangas de filtragem, até ciclones de separação de partículas, separação electroestática... hoje em dia o fumo antes de sair pelas tradicionais chaminés já passou por muitos dispositivos, que poderia estar a explicar durante horas, na verdade se te mostrares interessado, terei o maior prazer em fazê-lo. Assim, hoje em dia os resíduos tóxicos são misturados com combustíveis (no caso da cimenteira com fuel-óleos pesados) para que as temperaturas de combustão sejam de tal forma elevadas que os compostos nocivos (como as toxinas as "very toxic wastewater streams" provenientes de vários sítios, como a indústria quimica) possam ser destruídos, isto é as moléculas a altas temperaturas tendem a perder coesão e separam-se em átomos ou componentes básicos que nao são prejudiciais, ou nao são tão prejudiciais. E agora perguntas e então os FURANOS E AS DIÓXINAS???!!!??? Ok tens razão,nem tudo é perfeito, vejamos o relatório do ministério do ambiente Alemão: http://www.seas.columbia.edu/earth/wtert/sofos/Waste_Incineration_A_Potential
De facto há produção de furanos e dioxinas, mas vejamos, segundo o relatório, as quantidades são muito menores que as produzidas, e pasma-te, nas nossas casas: Today, however, due to advances in emission control designs and stringent new governmental regulations, incinerators emit virtually no dioxins.
In 2005, The Ministry of the Environment of Germany, where there were 66 incinerators at that time, estimated that "...whereas in 1990 one third of all dioxin emissions in Germany came from incineration plants, for the year 2000 the figure was less than 1 %. Chimneys and tiled stoves in private households alone discharge approximately twenty times more dioxin into the environment than incineration plants." Pois de facto temos filtros nas nossas chaminés?! Temos separadores electroestáticos de partículas no nosso churrasco?! Outra motivação: As cimenteiras irão continuar a fazer a sua actividade, isto é a fabricar cimento, e para isso necessitam de altas temperaturas (+-1500ºC) para aquecer os fornos (também posso explicar como, basta perguntares), assim têm 2 opçoes: utilizar apenas fuelóleos, que são combustíveis muito poluentes pois são menos refinados que a gasolina (também posso explicar isto), por isso mais baratos logo utilizados na indústria. (curiosidade, já que sou de aeroespacial 4ºano, o querosene usado nos aviões está na ponta oposta ao fuel e superior à gasolina é muito refinado e por isso muito caro, mas muito eficiente, contudo é muito cancerísno!!) Voltando ao assunto, ou utilizam os fuelóleos ou se misturam com resíduos para haver a tal valorização energética. Agora pasma-te de novo: "In a study from 1994, Delaware Solid Waste Authority found that
incineration plants emitted fewer particles, hydrocarbons and less SO2, HCl, CO and NOx than coal-fired power plants, but more than natural gas fired power plants. According to Germany's Ministry of the Environment, waste incinerators reduce the amount of some atmospheric pollutants by substituting power produced by coal-fired plants with power from waste-fired plants"Aqui está o estudo:
http://www.dswa.com/programs_wastetoenergy4.html Agora outra importante pergunta: Há alternativa a este (bom) processo? Há sim, e até os há mais eficientes por exemplo o "Plasma arc waste disposal" que usa as elevadas energias do arco eléctrico para eliminar as toxinas à volta de 16 000ºC, como vez quanto mais elevada a temperatura melhor. A palavra chave é atomização das moléculas, isto é parti-las em pedaços pequenos, os átomos. O problema é que esta tecnologia é muito recente há pequenas centrais piloto no Japão e em construção estão uma em St. Lucie County, Florida, agendada para 2009 e outra em Tallahassee, Florida, para 2010. Bem se conseguires convencer o governo ou o estado, que seria melhor investir milhões em investigação científica e dar menos apoios ao futebol (10 estádios) ou ao metro (2 estações St. apolónia e terreiro do paço- quase 180 milhoes de euros!!!). Enfim todos temos prioridades, agora acho que têm de se escolher bem. Mas Herman tu também podes ajudar: Em vez de dares tanta atenção às estrelas do futebol, da música, aos actores, já alguma vez pensaste em divulgar a ciência? ou cientistas? Em vez de filmares lojas da Louis Vuitton podes filmar esta central de co-inceneração em Vienna, também é bonita, e ÚTIL: http://en.wikipedia.org/wiki/Image:District_heating_plant_spittelau_ssw_crop1.png Já agora, uma provocação: Em vez de conduzires carros de alta cilindrada tão frequentemente, tipo BMX série 7, rolls royce, bentley, pensa em comprar um smart, para as deslocações na cidade, ou porque não um híbrido, agora até há um Lexus extremamente cara, que para ti nao será problema, polui menos, não lança tantas partículas para a atmosfera, ou então faz como eu: anda de metro, de autocarro de combóio. Fazes separação do lixo? Deitas o óleo ou azeite no cano ou, fazes correctamente, e enches garrafas e fecha-las colocando-as no lixo orgânico? 1L de óleo no cano contamina 60 000 litros de água, e nas estações de tratamento é muito muito difícil descontaminar a água, é como um Prestige, mas este a partir da nossa cozinha!!!! As pilhas? Que tipo lâmpadas tens nos candeeiros, as económicas? Quantos electrodomésticos tens em stand-by?  NÃO SEI SE IRÁS LER ESTE MAIL, OU SE OS TEUS FILTROS DE SPAM OU OS TEUS ACESSORES QUE FILTRAM OS MAILS TE FARÃO LER ESTE IMPORTANTE E-MAIL, MAS EU FIZ A MINHA PARTE EM INFORMAR-TE E ESPERO QUE LEIAS COM ATENÇÃO E QUE FAÇAS SEMPRE TUDO DO MELHOR PARA O AMBIENTE! Abraço, João Tiago Saúde p.s. Se leres este mail, apenas peço que respondas com um breve comentário,     sobre a tua opinião sobre o meu mail e sobre a co-incineração. Obrigado.

 

Caro João, o meu problema – e já o disse publicamente em 1998 à então ministra do ambiente Elisa Ferreira – não é o processo de co incineração em si! É ele dar-se num dos poucos sítios encantados e turísticos de Portugal, legitimando assim uma fábrica de cimento que está a comer a serra da Arrábida a uma velocidade louca. No momento em que se deveria estar a discutir a sua desactivação, ela será legitimada justamente a reboque da co incineração. Tratamento de resíduos sim, mas onde o preço a pagar não seja inundar com camiões, rebentamentos de pedra, e caos nas estradas de acesso, um dos pouco paraísos paisagísticos a 30 quilómetros de Lisboa. Proponho que largues o computador, os “links” e os estudos, e vás passear até ao Outão. Percorre o caminho que sobe à serra. Para por ali, e olha para baixo. Se no regresso a casa nada tiver mudado na tua maneira de ver as coisas, das duas uma, ou és mais egoísta ainda de quem anda de BMW V12, ou tens muitas acções da empresa concessionária ! (risos)

 


Este Homem não é do Norte Carago:

publicado por Joana às 16:53 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Helena a 2 de Outubro de 2008 às 14:21
Caro Herman
Vi na Sic, há alguns dias, a promoção à nova novela "Podia acabar o mundo". A minha alminha ficou logo alerta, a minha memória recordou...
O Herman a cantar Podia acabar o mundo....
Há alguns anos...
Jamais esqueci a canção e a interpretação.
Obrigado por ser assim.


De Maria Elisa a 23 de Outubro de 2008 às 02:30
Estou fascinada com o seu trabalho!
Você faz-me sorrir!
Poucos programas tenho perdido,o seu sentido perfeito e oportuno de Humor é inigualável! Muitos têm tentado ,mas o Herman é único!
Gosto do seu trabalho e desejo-lhe muita saúde para poder acompanhar o seu percurso por muitos e longos anos!
Um beijinho de uma telespectadora atenta ao seu percurso . Maria Elisa


Comentar post

CONTACTOS PROFISSIONAIS
susana.silva@hermanias.pt


email do blog : joanaherman@gmail.com

Facebook


Página feita pela :
HERMAN AO VIVO


Anunciozinho Bom


Quando um gajo não pesquisa, é muita complicado
 
Livro - As Melhores Anedotas do Herman
CD - Adeus Vou Ali Já Venho
DVD - Herman Enciclopédia
DVD - O Tal Canal
DVD - Hermanias Especial Fim de Ano
Livro - As Eternas Anedotas do Herman
DVD - Crime na Pensão Estrelinha
Herman


O Verdadeiro Artista


El Grande Criador de Toda a Música Ró

Get the Flash Player to see this player.

Ó prás novidades tão jeitosas
Letse Luque Eta Treila
online
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
design por isa costa

Blog de fã dedicado a todo o trabalho de
Herman José