InicioBiografiaEspetáculosHerman RespondeEntrevistasVídeosFotosChatFãs
Segunda-feira, 5 de Novembro de 2007
Respostas do Herman

Olá Herman (olá Joana) A primeira vez que entrei em contacto com o Blog, enviei um mail onde dizia não ter nenhuma pergunta a colocar, apenas queria transmitir a minha profunda admiração pelo trabalho do Herman e da forma como desde sempre acompanhava a sua carreira. Na altura tive a sorte de estar a ser preparado o encontro de fãs nos estúdios da Valentim e da Joana me convidar, confesso que pensei duas vezes antes de aceitar, pois penso que todos nós temos uma vida profissional e outra para além dela e que existem limites e barreiras  que ninguém tem direito de ultrapassar, confesso que também tive algum receio de me desiludir com a imagem que eu tinha criado do Herman. Acabei por ir, era injusto se não fosse, pensei no momento de injustiça porque está a passar e que nada pagava os momentos de alegria que me tem transmitido ao longo destes anos todos. Pois bem hoje resolvi voltar a este espaço, para dizer, que ainda bem que fui, só assim tive a oportunidade de ver o ser humano fantástico, educado e sensivel que está por trás do artista.
Alguns dias depois voltámos a encontrarmo-nos nos Bastidores e a sensação foi igual, o Herman é daquelas pessoas que quando passa na vida de alguém deixa uma marca, pela sua forma simples e humana. Porque sou fã do Herman, tento ler todas as entrevistas ou tudo o que se escreve na imprensa e tenho notado que apesar de tudo o que alcançou existe uma mágoa, um lado menos feliz, uma insatisfação dentro do Herman, existe algo que limita a sua felicidade, isso faz-me pensar, que tendo eu a noção que ninguém é feliz todos os dias e a todas as horas, isso é injusto para quem dá tanto aos outros.... Sei que já me estou a alongar, mas só quero dizer que são pessoas assim que tornam este mundo melhor e mais colorido, pelo menos menos para mim, mesmo nos meus dias muito cinzentos da  vida, quando o Herman me " entra em casa", tudo muda de côr. Tenho também que agradecer o autógrafo que me deu para a minha filhota, foi mais um momento bem colorido. Prometo acabar já, mas tenho que fazer aqui referência a uma pessoa muito especial, a Joana, ter uma fã como a Joana, já deve ser um motivo de orgulho e felicidade, é das pessoas mais bonitas que conheci nos últimos tempos. E por favor Herman espero vê-lo entrar aqui em casa por muitos e muitos anos.Por tudo obrigado aos  dois com todo o meu carinho e as maiores felicidades do mundo. Beijinhos bons.    Isabel Tomé

 

É verdade Isabel, que bela tarde essa a que passamos juntos ! A ser cores, seria arco Íris ! Beijinhos !

 

Olá grande Herman. Se tivesse dinheiro, contratava-te para um espectáculo só para mim e para a minha família.  O meu maior sonho era conhecer-te, pois, de facto, és o Mestre do Humor português. Tenho centenas de horas de video contigo...  Um grande abraço deste teu admirador incondicional e aspirante a humorista. Dissidencias (Daniel Luís)

 

Daniel, se a montanha não vem a Maomé… Porque é que não vens tu um sábado destes até aos Bastidores do Café Café para me veres actuar ao vivo ?

 

Caro Tio Herman, já me tinha perguntado o que seria feito de si. Por motivos profissionais/familiares practicamente deixei de ver TV (muito mais às horas a que eram transmitidos os programas). Ainda me lembro dos tempos em que ia às lágrimas de tanto rir com os seus programas. Bons tempos em que a irresponsabilidade dos meus 20 me permitia coisas a que agora dificilmente tenho acesso (crescer é uma porra). Saudades do Herman Encicolpédia, por exemplo. Não considero o afastamento negativo, bem pelo contrário. Quantas vezes é necessário "dar um passo atrás" para se ver melhor aquilo que nos rodeia? Obrigado por tudo e bom regresso (é inevitavél). Quando passar cá pelo Porto, por favor, "apite".  Miguel Moreira da Costa

 

Caro Miguel, a natureza às vezes é sábia. Eu acho que pequenos “vasos” como Portugal não aguentam grandes colheitas muitos anos seguidos. As épocas de “defeso” são essenciais para que o organismo se mantenha vivo, e este organismo, tem ainda muito para dar ! Abraços invictos !

 

Olá. Começo por felicitar o Herman José pelo trabalho desenvolvido desde o
principio da sua carreira e ao mesmo tempo agradecer os bons momentos que
nos faz passar em todos os seus programas. Resolvi escrever para sugerir uma breve visita ao meu modesto blog 2ps.blogs.sapo.pt onde poderá encontrar algumas fotos da Marisa. São fotos já com 13 ou 14 anos da altura em que ela fazia o circuito de . Tiradas num bar que eu tive em Alfama e que se chamava "Casa da LIna", são referentes a uma passagem de ano em que ela actuou. Peço desculpa pelo tempo que ocupei, mas pensei que seria interessante ver a diferença da Marisa desses tempos para a Marisa de hoje, diferenças essas que eu considero serem só de aspecto, pois para mim a Marisa continua a ser aquela menina tímida e simples que eu conheci nessa altura. Obrigado Pedro Pampulim

 

Caro Pedro, sabes que para mim, a Mariza AINDA é essa miúda ? Nada se alterou na sua alma, e o seu carácter é demasiadamente forte para se deixar inebriar pelo êxito. Só espero que ela ganhe muito dinheiro, porque eu preciso urgentemente de um quartinho de hóspedes em Manhattan ! Até já me foi prometido e tudo !

 

Caro Herman José. Queria apenas lhe dizer que é o génio do humor em pessoa. É o rei do humor em Portugal, independentemente dos novos valores que vão aparecendo, que até podem ser bons mas falta aquele toque de mestre que só o Herman José tem. Espero que continue a deliciar-me com a sua arte até que a sua condição física não o permita mais. Um grande abraço, José Maria Galvão Teles

 

Caro José Maria, obrigado pelas suas palavras. Como sou republicano, já me contento em ser um senador do humor, em contraponto ao seu generoso título real. Do que eu não prescindo é do prazer de ter apoiantes com a sua qualidade !

 

Boas Caro Herman, já passam das 3 da manhã. Hoje é feriado, portanto não estou muito preocupada :P Andava pelo site da sapo e vi que tinha um blog. Não fazia ideia, e então fui até lá para matar a curiosidade. Fotos de personagens antigas! Aquelas que nunca se esquecem e cujas expressões marcaram (e ainda marcam) a minha geração.  Ah, ainda não me apresentei. O meu nome é Susana Nogueira e tenho 27 anos. Ui... cresci com o Tal Canal, esse programa fantástico que ainda hoje vejo embevecida graças a  tamanha criatividade, inteligência e elevado nível. Não tem saudades daquele tempo? Eu tenho, ainda que não me considere uma saudosista.  Herman Enciclopedia, Casino Royal, a Roda da Sorte (meu Deus, o que será feito da Rute Rita?), Hermanias, Crime na Pensão Estrelinha, Parabéns... O que é que todos estes programas têm em comum? Gostava muito que me respondesse sabe?  No início, antes de começar a escrever este mail, a minha vontade era criticá-lo forte e feio. Herman! O que é feito do seu "humor educado e mordaz, culto... venenoso... inocente..."? O que faz agora pode ser considerado humor? Sim, faz rir, mas não da mesma maneira. Não com o mesmo gosto. Não para mim, pelo menos.  Tenho consciência de que, pelo teor do meu mail, muito possivelmente ele não será publicado no seu blog. Não interessa muito. O que realmente me interessa é que ele seja lido por si para que veja que, apesar dos muitos fãs que tem em virtude do que tem feito nos últimos 7 anos, tem aqui uma fã pelo muito que fez nos 20 anos anteriores e que sente saudades de todos aqueles programas e suas personagens. Que sente saudades de si. Da sua capacidade de criticar os criticáveis, com quem já muito brincou (gozou) mas com quem se junta agora como se nunca o tivesse feito. O tempo passa, eu sei  (já lhe disse que não sou saudosista?), mas uma coisa fica: a memória do que o Herman já foi. E a vontade de o ver fazer melhor, porque tenho a certeza de que consegue!  Desejo-lhe a melhor das sortes, a todos os níveis. A sério que sim. Acima de tudo sinto por si uma simpatia enorme e espero que o sucesso que agora tem venha a crescer com o passar do tempo, e não a decrescer (como se tem visto até aqui).  Para o maior humorista português, que apenas está a passar por uma (demasiado longa) má fase, um beijo muito grande. Susana

 

Cara Susana, não sou saudosista, olho para o passado com encantamento, mas preocupo-me sobretudo com o futuro. Eu diria que estamos todos diferentes. A Susana terá perdido a sua “insustentável leveza” de há 20 anos – é inevitável – e eu também perdi muita coisa. A principal foi a ilusão de que viva em Inglaterra. Cedo percebi que Portugal é um feudo de poderes herdados de tempos antigos, onde a conversão de Estado Novo em Estado de Direito ainda não se completou. Deixo a “gatos” mais jovens, a tarefa de fazerem cócegas aos velhos do Restelo. Já estão avisados, de que não falta quem os queira transformar em coelho à caçadora ! (risos)  

 

Olá viva, nem sei como começar, primeiro quero lamentar a forma como a SIC tem tratado o Herman, o programa dele merecia muito mais, eu fico acordada até ao horário em que ele é transmitido, porque neste momento tenho aquela profissão muito em voga no nosso país: Desempregada, como tal no dia seguinte posso dormir até mais tarde, mas quem trabalha não tem essa facilidade o que deve ser muito frustrante. Acompanho a carreira do Herman desde o inicio e fico muito triste com a forma com que algumas pessoas agora falam dele. Ele não ESTá nem de perto nem de longe em fim de carreira, bem pelo contrário, ainda tem muito para Dar. È lamentável que um país mergulhado em tristeza, não dê valor a alguém que ainda nos dá alguns momentos de alegria, eu adoro o Herman desde sempre e continuo a rir a bom rir com ele. Lembro-me que por Volta dos meus 18 anos, resolvi trabalhar nas férias escolares e fui trabalhar para a Praça de Londres, nessa altura estava o Herman no inicio DA sua carreira, mas dava-me um gozo tremendo ir ao café Roma e estar ao balcão ao lado dele, porque ele tinha muita pinta, era lindo, claro que ele nem me via, mas eu regalava a vista. Tenho pena de nunca ter assistido a um ESPetáculo ao vivo, mas um destes dias tenho que ir até aos Bastidores, é pena ser durante a semana que o Herman actua, assim é mais dificil arranjar companhia, a sexta feira e o sábado eram melhores dias. Foi com muita mágoa que também vi o Nome do Herman envolvido no processo Casa Pia, ele não merecia, um processo que só tem destruido o bom Nome de muita gente e que não serve para nada. Vivemos num país de inveja e de gente mediocre, só assim se compreende.  Por tudo isto resolvi hoje enviar este mail, não para colocar qualquer questão, apenas para fazer sentir ao Herman que ainda existem pessoas neste país que ficam acordadas á espera do programa dele, que continuam a seguir a carreira dele e que têm orgulho em ter um artista como ele neste lugar á beira mar plantado. Obrigado Herman por seres como és, imagino que como pessoa deves ser fantástico, basta ver a ternura com que tratas a tua mãe. Um bom filho, uma pessoa que gosta de animais, nunca pode ser má pessoa. Um Grande beijo e muitos anos de sucessos, só um pedido: Não deixes a televisão, porque é a forma que muita gente tem de poder rir, mesmo quando a viva nos faz chorar. Até um dia.Isabel 

 

Querida Isabel, obrigado pelas suas palavras. O processo Casa Pia, é uma “procissão que ainda vai no adro”, e quem souber ler nas entrelinhas das recentes declarações do nosso novo (e corajoso) PGR, poderá facilmente imaginar que houve “senhores feudais” que – por razões que talvez um dia se venham a saber – ajudaram a fabricar o maior imbróglio jurídico do século em Portugal. Quanto aos dias dos espectáculos nos Bastidores, eles passaram para os sábados. Não todos – alguns. Pode sempre informar-se pelo telefone 213610310.

 

Venho apenas dar-lhe os parabens pelo excelente profissional que é e gostaria apenas de dar uma ideia para um excerto de um fado baseado no da amália mas brincando com a palavra algália. É apenas uma atitude altruista de forma a agradecer-lhe pelo que tem dado ao publico desde que nasceu. Obrigado.
Atenciosamente. Bruno Domingues

 

Algália, quis o médico q a pusessem

Algália, põe-se num sitio apertado

É lixado de entrar

Não tenho mais que urinar

Algália

Vais-me ajudar..

 

Ora aqui está um exemplo de humor politicamente incorrecto ! Se me permites, aqui vai a tua versão revista e poeticamente melhorada:

Algália, quis o doutor que a pusessem

Algália, dentro de um sitio apertado

Dura a penetrar

Boa para urinar

Algália…

Vais-me ajudar…

 

Caro Herman. Se há coisa que mais me incomoda é a ingratidão. Se há característica mais dominante deste povo é mesmo essa.  Aposto por exemplo que se caso algum de nós concretizasse esse sonho tão Português de ter na mão uns 50 milhões de um dia para o outro, e distribuísse um milhão por cada membro da família mais próxima, não tardaria um comentário do género : “então! não fez mais do que a obrigação!” ou “ganhou 50 milhões e só me deu 1, “ganda” porco!”. De facto custa-me muito ver a desdenhar esse milhão de gargalhadas que já nos ofereceu. Mas por outro lado também me custa muito ver o “Hora H”. Já tentei, mas não consigo. Já que, com todo o mérito, conquistou o estatuto de poder convidar quem quiser – menos o Pinto da Costa – porque não continuar no formato talkshow? Se não cantar muito, e se renovar a já exausta equipa de actores acho que será o regresso ao sucesso a que nos e se habituou. Um abraço amigo. Mário, de Braga

 

Caro Mário, apesar de estar em desacordo com o teu desalento em relação às minhas cantorias e ao nível da Hora H, devo dizer-te, que uma das minhas propostas para 2008 passa por recuperar o formato talk show, que é aquele onde me sinto como peixe na agua !

 

Bom dia, Chamo-me Ricardo Dias, e tenho 26anos, 11/11/80, e desde que me conheço como pessoa que tenho a imagem do Herman José na minha mente. A palavra Humor apenas me liga a uma pessoa que prezo com muito valor que é a do Herman José pois lembro-me de esperar pelos dias que os seus programas eram transmitidos na tv e estar ancioso por ver as suas conversas as suas rabulas.  Parece-me que agora em 2007 já não lhe dão o interesse que tanto tinha até aqui...(ja mais anos que acho isso) mas tenho que aqui deixar o meu abraço de carinho e de indignação por nao ver o herman mais activo na tv, com programas que ele fazia ha uns tempos atras, como os parabens e outros com entrevistas e musicos convidados e humor, muito humor...  Por favor, Herman volta para o horario nobre, em vez de tanta telenovela porque não olhar para o estrangeiro e ver programas como jay leno e conan o'brien, e fazer pelo menos 1horinha de divertimento na tv portuguesa...1hora essa em que o herman poderia dar o seu melhor. Já tive o prazer que conhecer pessoalmente o herman quando fiz figuração nuns estudios perto do bairro alto, em que fiz de fernando pessoa...e outros, e adorei-o como pessoa. Parabens pela tua via, parabens por seres quem és, parabens por me divertir contigo sempre que te vejo na tv. Abraço do tamanho do mundo Herman José. Ricardo Dias

 

Caro Ricardo, esse “especial” em que fizeste figuração foi tão divertido. Eu fazia de Professor José Hermano, e moderava um debate entre “Fernandos Pessoas” e “Luíses de Camões” numa espécie de Masterplan… Sabes que os horários não dependem de nós. Hoje em dia, só que tem share é que “toca” no prime time, e as minhas “unhas” passaram a estar mais vocacionadas para o late night. A menos que um dia o serviço público resolva investir na diferença…

 

Caro Herman, Faz bastante tempo ouvi na rádio uma receita sua de um bolo de marmelada com nozes. Cheguei a fazê-la e era deliciosa. Mas mudei de casa (e de marido) e perdi a receita. Se ainda se lembra do que estou a falar, seria possível publicá-la? De uma fã desde o cine Teatro Aveirense  (para aí em 1975, talvez? - com o Nicolau), os meus eternos agradecimentos. E só pare quando O Grande Valor Mais Alto se levantar ...  Um abraço. Elvira Almeida .Aveiro

 

Doce Elvira, já nem sei onde estará essa receita, mas acredito que aqui pela net não lhe faltem boas opções. Cine Teatro Aveirense ? Lembro-me muito bem ! E assim voaram 32 anos ! E depois admiram-se quando eu reivindico 400 anos como vida média para o ser humano !

 

Olá Herman, Fico muito contente por ter este excelente espaço para comunicar com as pessoas que o admiram.Sou o Miguel, tenho 37 anos e vou dizer-lhe uma coisa que eu penso á já algum tempo.não me leve a mal mas o Herman, como o melhor humorista Português que é, não tinha necessidade (já pareço o Diácono) de se ter arrastado tanto tempo com programas como o parabéns, e Herman sic, porque penso que não eram exactamente a sua área artistica, como tal a sua imagem ficou nestes últimos anos saturada, penso que o próprio Herman o reconhecerá (o dinheiro não pode comprar tudo,nem sequer é assim tão importante). Tenho de agradecer ao Herman por me ter acompanhado durante o meu crescimento, juventude e já adulto, jamais esquecerei as personagens que me fizeram rir e sonhar, tal canal, Hermanias, casino royal, e o último grande programa que fez, o Herman enciclopédia vão ficar na história do humor em Portugal, nunca nínguém teve em Portugal, o seu génio artistico.Espero que descanse e que volte em forma, Portugal precisa muito do seu humor, enquanto não regressa em força vamos tendo os gatos fedorentos para nos animar(são os únicos que fazem humor inteligente na televisão neste momento). Desculpe a minha sinceridade, mas julgo que o Herman é como o meu Benfica,são os maiores, e com os melhores a fasquia está sempre no limite! Um grande abraço deste admirador de sempre. Miguel Lima

 

Caro Miguel, é o drama da tua geração. Acompanha-me há tempo demais. Não é por acaso que é o público mais jovem que me segue com mais militância e com o “complicómetro” desligado… Há-de acontecer o mesmo com os Gato daqui a 25 anos, se eles se mantiverem no activo. Não há que dramatizar, é a vida !

 

Ola Herman,  Gostaria imenso de falar consigo sou seu fã...ja a minha mae o é a 30anos nunca teve o prazer de o conhecer pessoalmente o sonho que ela tem de a 30 anos hoje foi-me  transmitido a mim, se poder contactar-me teria um enorme prazer e ao mesmo tempo realizar  o sonho da minha mae. Um abraço. Angelo e Paula . Obrigado

 

Meus caros, correndo o risco de me repetir: o nosso conhecimento depende da Vossa vontade de pegarem nas “tamanquinhas” e de me virem visitar um sábado destes aos Bastidores do Café Café !

 

Olá a quem recebe este e-mail e um olá ao Herman se o ler. Tenho 25 anos e sou um admirador que comprou VHSs da Herman Enciclopédia, do Herman Zap, do Boião de Cultura do Parabéns, que aguentava o sono a ver o Parabéns só para ver o Herman Zap ou o Boião de Cultura, que gravou todas as terças-feiras, às 22h, na RTP1, em VHSs caseiras as emissões do Herman Enciclopédia e que gravou também em cassetes audio a Herman Difusão Portuguesa, Antena 1, e que conserva todas essas gravações com muita estima e volta e meia, mesmo sabendo as piadas de cor, fica surpreendido pelos tempos de humor quase 100% excelentes do Herman José e dos que o acompanharam, actores e argumentistas. A minha opinião é simples, sincera e com respeito pelo trabalho que eu imagino ser sempre auto-exigente: eu acho que o Herman não está bem acompanhado na Hora H, que os novos actores que escolheu não têm perfil para o humor mais louco possível, aquele que o Herman conseguiu e consegue fazer, em termos físicos (corporais) e de "timing"/tempos de cómedia. Não me despertam gargalhadas à séria quando estão sozinhos em sketches, sem o Herman, como o conseguiram o Miguel Gilherme, a Maria Rueff, o José Pedro Gomes, o Joaquim Monchique, entre outros. O Herman continua enorme e duas das suas novas personagens, o câmara-man e o director do canal de olho tapado e com dicção embrulhada, são divinais! Completamente! Dizer mal é muito fácil, sobretudo quando as pessoas se esforçam por fazer o melhor que sabem ou podem, mas senti vontade de lhe dizer isto e de dizer que os actores que o acompanham (tirando a Rueff e uma "nova" actriz que me parece muito interessante!) estão um bocado fora do andamento... a "presença" destes não me suscita gargalhadas, assim como não mo suscitaram quando apareciam no programa da Fátima Lopes e no Herman SIC. Parece-me também que dois ou três episódios se passarem por um processo de selecção do melhor que neles há, transformando-os em um apenas, poderia dar uma série igualmente boa ou ainda melhor do que o Herman já fez.  Um abraço. Ivo Carvalho.

 

Caro Ivo, fica a tua opinião, que respeito, mas com a qual não concordo. O talento do César Mourão, do Manuel Marques, do António Machado e da Susana Cacela, não anda longe daquilo que o José Pedro Gomes e o Miguel Guilherme faziam no Herman Enciclopédia. A Rueff, essa está cada vez melhor. Tem o mesmo problema de muitos criadores: nasceu num País pequeno demais para o seu talento e não tem como exportá-lo !


Este Homem não é do Norte Carago:

publicado por Joana às 10:00 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS PROFISSIONAIS
susana.silva@hermanias.pt


email do blog : joanaherman@gmail.com

Facebook


Página feita pela :
HERMAN AO VIVO


Anunciozinho Bom


Quando um gajo não pesquisa, é muita complicado
 
Livro - As Melhores Anedotas do Herman
CD - Adeus Vou Ali Já Venho
DVD - Herman Enciclopédia
DVD - O Tal Canal
DVD - Hermanias Especial Fim de Ano
Livro - As Eternas Anedotas do Herman
DVD - Crime na Pensão Estrelinha
Herman


O Verdadeiro Artista


El Grande Criador de Toda a Música Ró

Get the Flash Player to see this player.

Ó prás novidades tão jeitosas
Letse Luque Eta Treila
online
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
design por isa costa

Blog de fã dedicado a todo o trabalho de
Herman José