InicioBiografiaEspetáculosHerman RespondeEntrevistasVídeosFotosChatFãs
Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007
Respostas do Herman

Olá Herman!Antes de mais, desculpa-me o excesso de confiança quando te trato por tu, mas como já te "conheço" há vinte e tal anos e és visita frequente na minha casa, não vejo outra forma de tratamento. Tratar-te mais formalmente seria hipocrisia da minha parte e, se me permites, uma falta de respeito.

Meu caro: eu cresci, e tu, sem sequer saberes, acompanhaste o meu crescimento desde criança.

A primeira imagem que tenho de ti deve datar de 1981 ou 82, salvo erro no "Passeio dos Alegres", onde personificavas o imortal Tony Silva e calçavas uns sapatos vermelhos, super- kitsch, com umas solas que deviam ter uns dez centímetros de altura. Nunca mais te perdi de vista.

O "Tal Canal", que acompanhei até ao fim, em 1984, sem perder um único programa, é algo que hoje me causa arrepios quando revejo.

"Hermanias", "Humor de Perdição", o fabuloso "Herman Circus", "O Crime da Pensão Estrelinha", eu sei lá... não perdi um!

Depois, no princípio da década de 90, era eu um estudante de Escola Secundária, ia a correr para casa (literalmente!), para não perder um segundo d'"A Roda da Sorte" (o "maço de cagarro", "os bálcaros", o Vítor Peter... bolas, como o tempo passa).  Nas noites de Sábado, algumas delas de copos, eu tinha de ir a algum local com TV, pois os "sketches" do "Parabéns" não eram coisa de se perder (Tó, o hooligan, a rábula do Hitler ou o Bernardo Teixeira da Cunha, entre tantos outros).

Quando fizeste – na minha opinião – o teu programa mais genial, a "Herman Enciclopédia", foi o delírio total! Não havia recanto naquela Universidade onde não se repetissem, com insistência, as frases do Diácono Remédios, do Melga e do Mike, da Dra. Ruth Remédios, do Lauro Dérmio ou da Super Tia. Não é necessário repeti-las aqui – tu sabes do que escrevo.

Quero agradecer-te pessoalmente a preciosa ajuda que me deste quando estava a tratar da minha tese de licenciatura. Numa época crítica, em que quase não tinha tempo para dormir, em que a pressão e a ansiedade tomaram conta de mim, tu foste o meu "amigo" das horas de descompressão, aquele que eu tinha sempre à mão quando as coisas se tornavam demasiado sérias e cinzentas e só podiam ganhar novo colorido quando dizias "meuz amigoze, não havia nexexidade...".  E nunca me puseste a vista em cima, vê lá tu... Sendo assim, já percebeste que és um gajo muito importante. Mas não só.

És uma espécie de seguro de vida, de bitola que mede a qualidade, qualquer coisa como o último reduto de inteligência e bom gosto humorístico (por vezes misturada com uma deliciosa dose de brejeirice na medida certa). Quando tu, como humorista, perderes a piada (será o teu maior pesadelo?), o humor em Portugal ficará órfão, não tenhas dúvidas, ainda que os Gato Fedorento assegurem a herança.

Quanto ao "Hora H" o que tenho a dizer, depois de ter visto quase todos os episódios e de ter lido críticas algo depreciativas e por vezes violentas, é que não deve ser nada fácil ser-se uma referência no mundo artístico e que... a inveja é uma coisa tão feia e tão portuguesa...

Posso afirmar, sem modéstia e com muita vaidade, que faço parte do núcleo duro de fãs do Herman. A mensagem já vai longa e tu és um tipo muito ocupado, e por isso peço desculpa. Não precisas de a publicar, se assim entenderes. A mim, basta-me que a leias. Um grande abraço, continua rebelde e alive and kicking, seu 'ganda maluco! Francisco Filipe, 7 de Setembro de 2007

 

Caro Francisco, digamos que saio muito beneficiado do teu comentário. Faz-me lembrar uma expressão brasileira que um colaborador meu repetia muitas vezes “amigo não tem defeito, para inimigo até se inventa…” Confesso que me sabe bem esse tipo de militância, e me reforça o orgulho de ter o privilégio de interferir positivamente na vida de pessoas bem dispostas e gratas como tu ! Aquele abraço !

 

Olá,Herman,chamo-me José Miguel,tenho 25 anos e sou um fã teu de sempre.E,ao contrário,do que algumas pessoas dizem,que,actualmente o
Herman já não é o que era,eu penso que a vida tem diversas fases,e tu simplesmente estás noutra fase da tua vida,inovaste, e algumas pessoas
não compreenderam. Ora,aqui vão as perguntas:a nível musical,que figuras te marcaram na tua vida?Quem foi o teu maior inspirador na comédia?Obrigado.Um abraço para o Herman.

 

Ora bem jovem Miguel, alguns dos meus ídolos musicais da juventude, foram o Jimi Hendrix, os inevitáveis Beatles, o Donovan, a Carly Simon, o James Taylor, a Carole King, os Peter, Paul and Mary, os Chicago, os Blood, Sweat and Tears... Na comédia, os gurus foram os incontornáveis Monty Python e o infantil mas delicioso Benny Hill.

 

Estimado HERMAN JOSÉ,  Sou um hermanófilo ferrenho e estou ansioso pela nova temporada da Hora H, que será, seguramente, mais um grande êxito. Deixo só uma sugestãozinha: um convidado especial em cada programa. Não é
necessário que ele cante ou faça alguma coisa de especial, basta que
desempenhe um pequeno papel. Também no saudoso Humor de Perdição tinhamos convidados especiais e sempre com excelentes resultados.Creio que esta alteração será positiva e fará maravilhas pelas audiências da Hora H. Termino, com um grande abraço e um convite para visitar o meu blogue A
Bomba: www.a-bomba.blogspot.com Flávio Sousa

 

Caro Flávio, acho que te conheci na semana passada nos estúdios do Hora H, pelo menos lembro-me de me teres chamado a atenção para o teu blog. Para mim, o Hora H é um projecto a caminho do seu fecho. Fizemos tudo o que pudemos para fazer bem, artístico, consistente e diferente. Foi essa a encomenda da SIC, foi esse o compromisso que honramos. Parafraseando o nosso Nuno Markl, quase 50 programas de 50 minutos de humor num ano, é de “loucos”. É coisa que dá quase direito a figurar no Guiness ! Neste momento, o meu pensamento está em 2008. Nas viagens que não fiz, nos espectáculos que não aceitei, nos papéis que recusei. Em Março próximo faço 54 anos, terá chegado talvez a altura de pensar mais em mim, e menos em ser “corredor obsessivo de maratona”. Não quer dizer que queira “encostar à box”, mas talvez não seja disparate dedicar-me aos 100 metros barreiras, para poder parar para respirar depois de cada competição…

 

Boa Tarde! Sou leitora regular deste blog, já que gosto bastante do Herman José! Não queria cair aqui numa repetição daquilo que outras pessoas já disseram, mas é impossível! Resta-me ser sintética e sincera: admiro-o bastante, não só como profissional, como humorista, mas como pessoa. Não o conheço
pessoalmente, infelizmente, mas dá para perceber que o Herman é uma pessoa
extremamente inteligente, caso contrário não fazia o humor que todos
conhecemos, nem tinha a carreira que tem, assim como é uma pessoa
extremamente sensível e verdadeira. É essa a imagem que tenho de si!... Adorava um dia poder conhecê-lo pessoalmente. Para rir, certamente, mas
também para ouvir a sua opinião em relação a muitos assuntos! Estou
curiosíssima!!! ;) Momentos seus na minha memória, são tantos: destaco a Roda da Sorte (todos os programas); o poeta alentejano (...«o meu patrão apanhou-me uns papéis quê tinha escrito à minha Quinita»...); o jornalista Bernardo qualquer coisa (...«ai que susto! Já tá a dar? Eu adoro isto...»); a família disfuncional
do Benfica (chorei a rir) e o seu discurso quando recebeu o último globo de
ouro! Excelente! E, para mim, o «Tal Canal» continue a ser o tal programa em que o Herman atingiu a perfeição!! Eu era pequenita demais para perceber certas coisas, mas já vi a reposição, tenho quase tudo gravado e é excelente!! Quando é que volta a escrever os seus próprios programas? Beijinhos e continue... Carla Ramalho – Évora

 

Querida Carla, não quer meter-se no “popó” e vir ver o meu espectáculo nos Bastidores do Café Café no próximo sábado dia 27 de Outubro ? Pode jantar (bem e barato) na Petisqueira d’ Alcântara que fica mesmo ao lado (e faz parte do grupo), e depois do espectáculo, terei o maior prazer em dar-lhe um beijinho. Mais informações pelo telefone 213610310.

 

Tio Herman, permita-me que o trate assim, mas cresci a ve-lo lá em casa, numa caixinha (aquela que dizem mudou o mundo) e não havia grandes hipoteses de lhe poder falar. Agora com esta nova caixinha, mais fininha e pequenina já é diferente. Primeiro agradecer-lhe por me ter feito rir estes anos todos, depois pedir-lhe que não desista apesar de tanta pancada que tem levado nos últimos tempos ainda tem muito boa gente que o admira... Um abraço de um fã. Moes

 

Caro Moes, a “pancada” faz parte das regras do jogo artístico. Se reparares, não há criador que não pague ciclicamente o preço do seu sucesso, com fases de perseguição, escândalos provocados, ou puro desamor. Até o ano tem quatro estações. Nos países onde não há Inverno não se dá valor ao Verão. É sempre bom saber que há gente que – como tu – aprecia todas as estações do ano, mesmo as mais frias.

 

Herman , Tenho 22 anos de idade e cresci contigo e com a tua boa disposição, que em grande parte da minha vida serviu de inspiração e alento para
enfrentar os cinzentos da vida. Quero que saibas que, tal como os meus pais e amigos, não perco um episódio de qualquer paródia vinda de ti ha bastantes anos e espero que continues por muitos mais a colorir portugal. Tenho algumas perguntas para ti: Há planos para uma re-edição de Herman Enciclopédia ? (Programa que me marcou e que gostaria de reencontrar) Que recordações trazes de /Com a Verdade Me Enganas ? O/brigado e continuação de um grande trabalho!

 

Caro Filipe, acho que se prepara a edição em DVD do Tal Canal e do Herman Enciclopédia. Pessoalmente acharia o máximo. Quando ao “Com a Verdade M’Enganas”, penso que seria ainda hoje, um concurso actual e divertidíssimo.

 

Olá amigo Herman. Uma só pergunta: Para quando um novo programa, com outro formato, no horário nobre da Sic aos Sábados ou Domingos? Que saudades do "Parabéns" e do "Hermansic" de outros tempos!Saudações amigas. Vitor

 

Caro Vítor, também eu morro de saudades do Hermansic. Não me parece que esta direcção de programas esteja para aí virada, mas acredito que de futuro, não faltarão oportunidades de voltar ao formato talk show.

 

Sr. Herman José, Faz tempo que queria escrever-lhe, só nao sabia como, nem onde. Presentemente não estou em Portugal. Nasci em Angola e fui aos 18 anos para Portugal (1975), sózinha e com uma irmã  de tenra idade à minha responsabilidade, sem conhecer nada nem ninguém. Isto em 1975. O que eu queria dizer ao senhor é o seguinte: sempre gostei de ver os seus programas e no período pior que foi essa altura em Portugal, eu ia a casa de alguém, porque não tinha TV, ver os seus programas, pois faziam-me bem, ria e esquecia a tristeza em que vivia.

Gosto do seu humor, acho que foi sempre um homem de coragem no Portugal de então e de agora, dando a um povo amargurado e triste a sua alegria e humor, ultrapassando sabe Deus o quê. Continue sempre a ser quem é. O melhor que as pessoas têm é Ser e ser verdadeiro. Um abraço . O meu nome não interessa. Só preciso agradecer o bem que faz com a sua alegria e humor.Didita

 

Cara Didita! Obrigado pelas suas palavras. Todas as pessoas que eu conheço que nasceram nas ex-colónias, são criaturas de coragem e de fibra, com uma grande necessidade de comunicar, e são sobretudo donas de um imenso e invejável sentido de humor. Porventura efeitos de ter nascido com horizontes muito vastos !

 

EX MO SENHOR . EU SOU DESDE  LONGA DATA UMA ADMIRADORA SUA, E GOSTARIA DE LHE DAR UMA OPNIAO SOBRE O SEU TRABALHO SE ME PERMITE. NAO GOSTO DO PROGRAMA QUE TEM NESTE MOMENTO , POR ISSO PASSO A FRENTE SEM MAIS COMENTARIOS PARA FALAR DO QUE ME LEVOU A ENVIAR ESTE E MAIL . GOSTEI DURANTE MUITO TEMPO DO SEU PROGRAMA - HERMAN SIC , MAS PENSO QUE TEM QUE O REVER, ISTO É FAZER UM UP GRADE, COMO FEZ NA SUA VIDA DURANTE TODOS ESTES ANOS.  ÁS VEZES FAZER SEMPRE RIR TAMBEM CANSA, A NÒS E AS PESSOAS EM CASA , POR ISSO CHEGAMOS A UMA DETERMINADA ALTURA DA NOSSA VIDA QUE TEMOS QUE SUBIR UM DEGRAU MAIS PARA CHEGAR AO TOPO QUE NUNCA È O FINAL, PORQUE NO DIA QUE SE CHAGAR AO CIMO, MORREMOS TEMOS APROXIMADAMENTE A MESMA IDADE, E COMO TAL PERMITE-ME DIZER QUE GOSTARIA DE O VER FAZER, NAO UM PROGRAMMA COMO O QUE TEM HOJE, MAS SIM UM PROGRAMA DE ALTO GABARITO  .  QUANDO PASSAMOS UMA DETERMINADA IDADE TEMOS MUITA MAIS MATURIDADE E CONSCIENCIA DE VIDA, ATINGIMOS TAMBEM UM PATAMAR DE SUCESSO QUE TEMOS E DEVEMOS PRESERVAR, ATE PORQUE FOI COM MUITO ESFORÇO QUE CONSEGUIMOS CHEGAR AO NIVEL QUE HOJE NOS PERMITE DESCANSAR E VER A VIDA DE UM OUTRO PRISMA. COM O SEU GRAU DE CULTURA, CONHECIMENTO, ENTREGA AO TRABALHO, BOA DISPOSIÇAO, GOSTARIA DE O VER FAZER UM PROGRAMA EM GRANDE COM VARIEDADES, GRANDES ENTREVISTAS, CONVIDADOS, DE NOME INTERNACIONAL ( E AQUI NAO ESTOU A MENCIONAR OS CONVIDADOS QUE MUITAS VEZES SAO DE TAL MANEIRA BAIXOS ( COMO O BRUXO ) QUE AO MESMO TEMPO COLOCA TODOS OS SEUS OUTROS CONVIDADOS NO MESMO PATAMAR.

  DENTRO DO PROGRAMA DEVERIAM SER CONVIDADAS PESSOAS IMPORTANTES QUE NAO O JET 7  QUE VEM NAS REVISTAS, PORQUE SE DE FACTO  SE ESTE E O NOSSO JET 7 ENTAO, ESTAMOS NUM PAIS MUITO INSIGNIFICANTE. MUSICA DE QUALIDADE, BAILADOS, CENARIOS ALTERADOS TODAS AS SEMANAS PARA MOTIVAÇAO DO PUBLICO CORES ATRATIVAS, BOA DISPOSIÇAO, ALERTAS PARA O FACTO DE NESTE PAIS AINDA HAVER PESSOAS A AJUDAR OS OUTROS E QUE NAO ESTAO SO A OLHAR PARA O SEU UMBIGO E A FALAR MAL DOS OUTROS.

  UM PROGRAMA QUE PRENDA A FAMILIA, OS FILHOS, COM UMA LINGUAGEM CUIDADA, ACESSIVEL A TODAS AS CAMADAS SOCIAIS. CULTURA, E MUITA MUSICA, MAS BOA MUSICA, E NAO OS CONJUNTOS QUE SAO PROPRIOS SO DE JOVENS , PORQUE ESSES NAO SAO QUEM  VE A TELEVISAO E FAZ AS AUDIENCIAS .PERSONAGENS QUE CATIVEM AS CRIANÇAS , QUE SAO QUEM PEDE AOS PAIS PARA VIR PARA CASA E VER A TELEVISAO, BASICAMENTE UM PROGRAMA QUE POSSA SER VISTO POR PAIS E FILHOS, UMA VEZ QUE HOJE EM DIA EXISTE MUITO POUCO TEMPO PARA OS PAIS DE ESTAREM COM OS FILHOS.

 PARA RESUMIR, UMA VEZ QUE A ESTA HORA JA DEVE ACHAR QUE EU NAO TENHO NADA QUE FAZER, GOSTARIA DE VER UM PROGRAMA SEU AO SEU NIVEL  POIS MERECE, TEM CAPACIDADE, SABE COMO FAZER, MAS PRENDEU-SE A UMA IDEIA QUE SO VAI CONSEGUIR UM BOM PROGRAMA SE FIZER RIR AS PESSOAS, COM PERSONAGENS , QUE JA FORAM BOAS OU INTERESSANTES A 10/20 ANOS ATRAS. 

 O MUNDO ANDA PARA A FRENTE, E NOS TEMOS QUE ANDAR COM ELE

 PENSE NO MEU COMENTARIO, FAÇA TUDO PARA ATINGIR OS SEUS OBJECTIVOS E ESTOU CERTA QUE QUANDO O FIZER, VAI VER QUE E TAO FACIL,  NAO E PRECISO PENSAR MUITO PARA CONSEGUIR ATINGIR O EXITO QUE TEVE

EM VEZ  DE ANDAR A PROCURA , PENSE SOZINHO DOIS OU TRES DIAS  , PENSE NUMA COISA DE QUALIDADE, E VAI VER QUE O EXITO E O SEGREDO PARA O EXITO ESTEVE SEMPRE A SUA FRENTE E AO SEU ALCANCE .AGUARDO SUA RESPOSTA SE ENTENDER. TUDO DE BOM E BOA SORTE . DESTA AMIGA QUE ESTA A ESPERA DO SEU SUCESSO . DINAH BRITO

 

A única coisa que lhe posso dizer querida Dinah, é que tenho a maior pena que não seja directora de programas de um canal, senão assinava consigo já AMANHÃ ! Não podemos estar mais de acordo com aquilo que deveria ser o meu futuro profissional !

 

Bom dia, Bem sei que o Herman (ou melhor dizendo neste caso a Joana) deve receber N mensagens deste tipo, mas confesso que não consegui resistir à tentação… Acabei agora de ver no Biography Channel o documentário sobre a “vida” do Herman José e fiquei com esta enorme vontade (nada habitual em mim, uma vez que para além de não ter grandes ídolos, não costumo ter vontade de me manifestar perante eles, nem acredito que tal seja importante para os mesmos) de tentar expressar e transmitir ao Herman José o meu mais sincero agradecimento. Tenho 26 anos e apercebi-me agora, ao ver o tal documentário, o quanto dos meus sorrisos e principalmente gargalhadas daquelas mais sonoras foram provocadas pelo Herman… Relembro, confesso com alguma saudade, todos os momentos que passei a divertir-me com todos os seus programas e personagens, em especial o Herman Enciclopédia, que reconheço ter sido o meu favorito. Não me querendo alongar mais, uma vez que esta mensagem está a ficar com um tom demasiado saudosista, o que faz com que pareça estar a ser escrito por alguém com o dobro da minha idade, peço apenas que se possível transmitam ao Herman este singelo agradecimento por entre tantos outros que imagino costume receber. Espero que continue a ter vontade de sorrir para poder continuar a fazer-nos rir a todos…. Despeço-me atenciosamente, André

 

Caro André, que interessante que aos 26 anos, já valorizes tanto o passado. Diz-me a experiência, que só assim é que aprendemos a valorizar o presente. E já agora, espero que o futuro nos traga a ambos razões mais fortes ainda para rir a bandeiras despregadas.

 

Concordo em absoluto com Cândido Lima. Também considero que Hora H amadureceu muito em relação a todos os anteriores, mesmo incluindo Casino Royal ou Crime na Pensão Estrelinha, obras-primas do humor em Portugal. Este Hora H supera todos e não consigo entender a razão por que tem vindo a ser algo desconsiderado por alguns espectadores. Enfim, somos uma naçãozita demasiado limitada ainda, apesar do esforço constante do Herman para a fazer evoluir...  Dentro de uns vinte anos, esta nacinha olhará para Hora H com outros olhos. O Herman sempre esteve um pouco à frente do seu tempo. Ele produz agora e nós entendemos depois. Melhor que nada.Joao de miranda maranhão

 

Caro João, bem-vindo ao passeio em contra mão na auto estrada do triste humor luso ! É bom saber que não viajamos sozinhos ! LOL

 

Herman. Com o "Hora H", mais uma vez, “entras-nos em casa”… Uma vertigem macabra e nihilista. Lembra-nos o Charlie Hebdo dos anos setenta.
Parece que tens vertigens ao fazê-lo e nós temos vertigens a vê-lo.
Humor que já não deixa sobrar qualquer espaço para o amor. Poderia ser
de outra maneira perante uma realidade tão sinistra e cómica como a que
estamos a viver? Compreendemos porque é que o teu programa é à 1h da
manhã de Domingo. Até que deixe mesmo de haver espaço para gente como
tu. Neste tempo e neste país o teu talento não tem consolação possível
mas às vezes um aceno ajuda a prosseguir e a minorar a solidão. Por
isso, obrigado e Um beijo da Manuela (de Freitas) e um abraço do Zé Mário (Branco).

 

Desta vez, sou eu que me vergo a estes dois “monstros” ! Paradigmas da coerência, da qualidade, da grandeza de espírito, e da honestidade intelectual. Faltam-me querida Manuela e querido Zé Mário, as palavras para Vos agradecer !

 

Bom Dia Joana e Herman

Gostaria de questionar o Herman sobre o seguinte: Eu só tive oportunidade de ver o Herman ao vivo uma única vez...foi num 1º de Maio de 1982...já faz portanto 25 anos...já sou um quarentão... Foi numa festa à noite organizada pela UGT, na Praça dos Aliados no Porto....confesso que já nao me lembro muito bem da actuação do Herman...mas o que se passou a seguir não me posso esquecer nunca... O espectáculo do Herman estava a ser boicotado pela CGTP...porque considerava uma afronta a UGT, estar a fazer a festa no local habitual das comemorações...

A partir de determinada altura a policia de choque interveio (estava a fazer a separação entre os 2 sindicatos) e correu à bastonado o pessoal da CGTP....houve disparos e creio até mortes na R. 31 de Janeiro...

Eu assisti incrédulo a tudo isto....é claro q não me posso esquecer...

De qq forma....eu nunca ouvi o Herman falar disto....será que não se lembra....ou não assistiu? Obrigado pela atenção.... Um seu fã fiel desde os finais de 70

Sérgio

 

Caro Sérgio, lembro-me muito bem desse episódio. Foi arrepiante e triste. Tentei amenizar a coisa e recusei-me a deixar o palco. Pensava nessa altura que valia a pena lutar por um Estado de Direito que ainda tarda. Digo-lhe sinceramente, a ser alvejado nessa tarde no Porto, ter-me-iam ferido muito menos essas balas, do que aquelas com que me tentaram assassinar há três / quatro anos. Em vez de balas usaram calúnias – são mais letais e deixam as feridas por cicatrizar. É verdade que não morri, mas fiquei a saber que em Portugal, há franco-atiradores inimputáveis que disparam a matar, e que ninguém controla. Nem a imprensa que lhes serve de cobarde eixo de transmissão !


Este Homem não é do Norte Carago:

publicado por Joana às 17:52 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Filipa M a 13 de Outubro de 2007 às 16:28
Fortíssima esta ultima resposta do Herman / acho mesmo que este código penal, é feito mais para nos proteger dos nossos supostos "protectores", do que dos criminosos!!!


De Jorge Dias a 13 de Outubro de 2007 às 19:03
Que bons rumores que o Herman ouviu... vem aí os dvd's do "Tal Canal" e "Herman Enciclopédia". Yeaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh! Talvez venham preencher o vazio que 2008 deve trazer... mas entendo perfeitamente a angustia do "Meistre" de não ser o “corredor obsessivo de maratona" e dedicar-se aos 100 metros barreiras!

Aquilo que o Flávio Sousa refere, um convidado para cada "Hora H", também me passou pela cabeça. Até no episódio em que a Ana Marques entrou, pensei que viriam aí mais extras... mas percebe-se, que agora o "Hora H" esteja a dar as ultimas "fornadas"... mas de uma categoria invejááável!


De Regina a 13 de Outubro de 2007 às 20:02
Estavamos admirando seu site, o seu trabalho é encantador parabéns. Gostaria de pedir uma ajuda, se vc gostaria de aderir a campanha contra violencias aos nossos animais, que amamos tanto, os cãozinhos de rua, onde ulimamente só vemos pessoas que se dizem humanas maltratando as. Ajude nos, colocando o selo da campanha em um lugar fixo do seu site, ou um link, assim os seus amigos viram que vc é mais um pessoas que nao adminte maustratos aos animais. Regina


De Daniela a 24 de Outubro de 2007 às 01:35
Olá "tio" Herman,sou uma grande fã tua,não posso dizer que sou a número 1 porque isso somos todos aqueles que vêm dar um ar da sua graça aqui.Gostava muito de o conhecer,pois eu adorava os programas todos.Quando era a passagem d'ano,pois era muito mais divertido do que é agora e era o Tony Silva" a fazer a contagem para a 00h.Podia estar para aqui a falar mas não é preciso.Tenho muita pena que a SIC esteja a fazer a sua maior burrice em estar a tratar mal o VERDADEIRO ARTISTA.Beijinho muito grande tio herman .


De Sonia Subtil a 19 de Maio de 2008 às 11:04
Olá Herman espero que esteja tudo bem consigo e com a sua mãe .
Tenho muitas saudades de o ver nos bastidores e de assistir ao vivo o Herman na SIC , engraçado desde pequenina ficou um ídolo para mim , ainda hoje o recordo daquela vez que me pegou ao colo deu-me um beijo e sentou-me nas suas pernas a fazer gracinhas , naquele restaurante onde ia muitas vezes na Casa da Comida nas Amoreiras do nosso querido Jorge Vale que já não está entre nós :( , meu pai ainda continua a trabalhar no restaurante.
Bem são tantas coisas que gostaria de escrever ou falar mas não sei como , sou mais acessível em presença a falar do que escrever , neste momento estou em Espanha a viver já vai a 1 ano e meio em Ciudad Real zona de Castilla la Mancha , tento o ver sempre pela a Internet e estar a par das noticias que vão passando.
Por aqui deixo um bocadinho depois irei escrever algo mais , um beijo grande de saudades desta querida que te adora muito com carinho e como pessoa .
Sónia Subtil


De SOFIA@ARAUJO a 22 de Maio de 2008 às 15:20
ADORO -TE ES A MINHA COMPANHIA DE SEMPRE


Comentar post

CONTACTOS PROFISSIONAIS
susana.silva@hermanias.pt


email do blog : joanaherman@gmail.com

Facebook


Página feita pela :
HERMAN AO VIVO


Anunciozinho Bom


Quando um gajo não pesquisa, é muita complicado
 
Livro - As Melhores Anedotas do Herman
CD - Adeus Vou Ali Já Venho
DVD - Herman Enciclopédia
DVD - O Tal Canal
DVD - Hermanias Especial Fim de Ano
Livro - As Eternas Anedotas do Herman
DVD - Crime na Pensão Estrelinha
Herman


O Verdadeiro Artista


El Grande Criador de Toda a Música Ró

Get the Flash Player to see this player.

Ó prás novidades tão jeitosas
Letse Luque Eta Treila
online
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
design por isa costa

Blog de fã dedicado a todo o trabalho de
Herman José