InicioBiografiaEspetáculosHerman RespondeEntrevistasVídeosFotosChatFãs
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007
Respostas do Herman
Olá Herman! Tenho 24 anos mas desde miúdo que sempre foi o meu ídolo da comédia em Portugal,não há igual! Gostaria que proseguisse com o HORA H porque as críticas que lhe fazem são banais e sem qualquer tipo de contrução, por isso continue a fazer-nos rir:)
A única questão que lhe gostaria de pôr era se não gostaria de pôr em cena uma peça cómica consigo e o seu elenco habitual no Tivoli porque ia ser um sucesso daqueles:) Torço por isso, pois fui vê-lo a si no Tivoli e não existem palavras para descrever apenas...que ri como se o mundo acabasse amanhã:) Obrigado Herman e continue a inovar! Um abraço, João Belo
 
Caro João, no outro dia em conversa com o César e a Rueff, falávamos que divertido seria montar-mos uma peça humorística de minha autoria no Tivoli. Se o ano televisivo de 2008 não se mostrar interessante, é bem possível que a gente considere essa hipótese !
 
Meu muito querídissimo e amado, HERMAN JOSÉ- nunca imaginei poder falar-te... desculpa, mas estou no meu gabinete de consultas ( médicas ) e os caros utentes estão à minha espera, mas não resisto.... Bom, acho-te e sempre te achei absolutamente indescritível e até mesmo indisível , pois nem sei o que te dizer. És o must de todos os tempos....A sério que o és,para mim, óbviamente . e se te acusam, alguns de brejeirada em certos programas, acredita que lhes respondo sempre que tens de agradar a gregos e a troianos,como tal, tens de o fazer ,para aqueles que infelizmente são a maioria e que, não e nunca entenderão a deliciosa piada que compuseste nos programas de fim de ano (2 )..... tenho-os gravado religiosamente em Dvd's - na altura eram cassetes de video,mas como com o tempo se estragam , passei-as mal chegaram os Dvd's . Não tenho palavras... já os vi dezenas de vezes e choro sempre a rir. Acreditas que sózinha em casa a ver um concurso nomes,já me não lembro a minha cabeça já não é o que era )- dizia respeito a completar nomes , de gente conhecida e um deles, nesse dia, era o Miguel Beleza....um concurrente disse : belusa , outro baliza,e etc.- o que tu respondeste- as tuas reacções, arrumaram-me para o chão a chorar de tanto rir e de dores abdominais. É isso mesmo!-não preciso de ginástica para me manter em forma-sou elegante ,com os meeus 55 anos porque há muito, és o meu melhor ginásio....Estás a pensar: já me chamaram muitas coisas, mas ginásio....Atrevidamente, também, não me importaria nada aliás, adoraria que o pudesses ser para mim de outra maneira... KISSÔES . Em tempos sonhei muito contigo nesse aspecto- sou muito alegre e brincalhona e a outro nível, os/as meus/ minhas amigos/as riem-se muito com o meu humor....Amaria conhecer-te pessoalmente, embora já estivesse estado pertinho de ti, nas 2 vezes que vieste actuar a Coimbra à Brodoway, de onde sou, nata,vivida,criada , gerada, estudada e já agora, trabalhada, sim porque estou mesmo a ficar trabalhada por ainda não ter ido assistir os meus pacientes-“ pacientes,tenham paciência que cheguei às 8 e quem me esperava, já foi visto-levantassem o “cúzinho” mais cedo da cama que agora a conversa é com o HERMAN JOSÉ.....  .... Teria muito,mas mesmo muito mais para dizer.... Ficará para a próxima, se responderes a estas palavras, saídas directamente do meu coração e assim mesmo sem estar à espera que acontecesse, por ter sido a 1ª vez que vi este teu site. Mais um Iate igual ao teu carregadíssimo de jokinhas. Maria Júlia
 
Doutora Júlia ! Não me lembro de discurso mais anti depressivo do que o seu ! Obrigado pelas palavras tão queridas, e um dia destes invento por aí uma doença para ver se vou à consulta ! (risos) Muitos beijos !
 
Às vezes penso se realmente vocês dão conta de como mudam as nossas vidas. E se há duas pessoas grandiosas que eu adoro são o Herman e uma apresentadora e comediante americana Ellen DeGeneres (a última apresentadora dos Oscars da Academia). E vocês os dois são os meus heróis porque mudaram a minha vida. O Herman fala várias linguas, representa, apresenta, canta (se fosse 'gaja' seria considerado uma DIVA). Tenho imensas saudades do programa Herman Sic, pois convidava talentos nacionais e internacionais, sendo um dos únicos a fazê-lo em directo. A única forma de relembrar esses momentos é através do Youtube. No fundo, a minha questão para o Herman é: se em breve o vamos poder ver nalgum programa do mesmo cariz do Herman Sic? Filipe Marques
 
Caro Filipe, adoro a Ellen. Teve mais sorte do que eu: não lhe “acabaram” com o talk show ! (risos) Outros mercados ! Tenho as maiores saudades de voltar a esse formato, mas não vejo grandes perspectivas… Vou lutar por isso em 2008 ! Vou dizer à Chica Pardoca que há quem a considere uma diva ! (risos)
 
Olá Herman José!O meu nome é João Araújo e tenho 15 anos.
O Herman rejuvenesce, aparece, reinventa-se, reaparece, mostra-se… cada vez mais genial… cada vez mais hilariante… cada vez melhor… cada vez com mais bom gosto. Quando menos esperamos surpreende-nos… quando menos esperamos ajuda-nos… quando menos esperamos saca em nós uma gargalhada… quando menos esperamos aparece e tudo muda… Para além da sua carreira artística fantástica, genial, mas ao mesmo tempo, e todos sabemos isso, porque o Herman é assim, uma carreira dura, cheia de esforços… Quantos tiveram capacidade para isso? Quantos o conseguiram? O Herman consegui-o… Para além de tudo isso, a sua personalidade é fantástica: a maneira como vê a vida e, sobretudo, como a vive. Apesar dos meus 15 anos algumas dessas características já fazem parte dos meus ideais o que é óptimo para a vivência do lado positivo da vida…
Por nos ajudar…Por nos fazer rir…Por nos lembrar…Por nos mudar…Por nos alegrar…Por nos fascinar…Por nos orgulhar…O meu muito e muito obrigado…
Tenho no entanto pena de uma coisa no Herman: talvez se os EUA tivessem sido o seu pais de nascença teria o lugar que lhe é merecido pela sua qualidade… teria o que quisesse pela sua qualidade… teria o mundo a seus pés… o Herman seria um Woody Allen do entretenimento (até no fantástico pormenor do gosto pelo Jazz). Personagens fascinantes… personagens inspiradoras e… indescritíveis… são como Nova Iorque: nunca dormem, porque como referi anteriormente: quando menos esperamos aparecem com algo novo e cada vez melhor… nunca estão parados… talvez precisem de 4, 5, 6 ou 7 vidas para fazerem aquilo que queriam…Personagens como Nelo, Idália, Nelito, Chica Pardoca e todas as outras… nunca se esquecem… ficarão sempre… Grandes Cumprimentos. PS: Há pouco tempo quis ir, finalmente, ver o tio quando fez espectáculos ao vivo. No entanto fui surpreendido pela informação que a entrada ao espectáculo só podia ser feitas por maiores de 16 ou 18 anos… e lembro-me também, perfeitamente, de ouvir na rádio você dizer: “Ali não há anticorpos! Ali só está gente que gosta de mim!”. Eu infelizmente, não pude estar presente… Não arranjava uma cunha para poder ir ver um espectáculo seu apesar de não ter 18 anos? Porque se só o vir com 18, tenho a certeza que terei de fazer uma viagem a Nova Iorque… Já agora e sem querer ser chato… vou estudar cinema para Nova Iorque e tenho a CERTEZA que quando for já o tio Herman terá por lá uma penthouse… será que aluga um dos seus quarto por um bom preço ao seu compatriota e futuro cineasta Português…???
Para não ter de pedir como o Woody Allen: "If only God would give me some clear sign! Like making a large deposit in my name at a Swiss bank." "Life is for the living." Woody Allen João Araújo .26 de Julho de 2007 Isto não é nenhuma pergunta… possivelmente não será publicado nem terei resposta mas gostava ao menos de saber se recebeu este texto e se o leu… Obrigado
 
Caro João, com 15 anos já escreves assim ? Já pensas assim ? Bolas ! Onde é que isso vai parar, rapaz ! Belo texto, bela cabeça, e bela generosidade essa, com que analisas o meu trabalho ! Estás convidado para a minha penthouse de NYC a custo zero ! (risos)
 
Boa noite Herman -Boa noite Joana, só para dizer que os cães ladram e...o artista passa.Aproveita bem as férias, e que sejam as melhores de sempre, bem mereces ! Para quando um programa só com os teus personagens de eleição e talvez os da Rueff ? Já imaginaste o sucesso de um programa rodado à volta do Esteves e da familia que terias de lhe arranjar, actualizado com `apitos dourados´ e outros assuntos do momento ? E então se o taxista de serviço fosse o Zé Manel...as audiências seriam seguramente as que mereces. Se não fôr possivel, o mais tardar em Outubro de 2008, vais ter de novo o teu `Talk Show´, seja em que canal fôr. Boas férias e, se passares pela praia de altura (castro marim), não faças muitas ondas com o `barquito´. Abraço. Luís
 
Caro Luís, se a maioria tivesse o teu espírito, garanto que não havia novela da TVI que me batesse ! Gosto dessa tua previsão para Outubro de 2008. Se acertares, quero convidar-te para meu bruxo privativo !
 
O meu nome é Rosa Maria da Costa Lima e gostaria de dizer ao Herman que o adoro, logo que o vi na televisão tinha eu talvez quinze anos agora tenho 43 simpatizei logo consigo pelo seu talento e pela sua maneira de ser alegre e bem disposta. Eu tambem sou assim o meu sonho era conhecer pessoalmente o Herman   além dos meus irmãos e do meu namorado  é das pessoas que eu mais amo neste Mundo . não queria morrer sem lhe dar um abraço e um um beijo .
 
Cara Rosa, vá estando atenta aqui ao blog da nossa Joana, que mais tarde ou mais cedo hei-de actuar “num sítio perto de si”. Depois convido-a para um beijo imenso no meu camarim – na presença do seu namorado, claro !
 
Caro Herman, Em primeiro lugar venho agradecer-lhe pela construção que fez ao longo de tantos anos quer no meu próprio sentido de humor, quer no sentido de humor de alguns bons portugueses. Considero que o humor é a principal construção na inteligêncial racional e emocional de cada ser humano. Quanto mais humor uma sociedade tiver, mais evolui, simplesmente porque questiona, desmancha, re-constroi, relativiza, ri e rir é acima de tudo amor á vida e saúde! Tenho um filho de nove anos que, graças a si e aos miudos e graúdos que apareceram há uns anos, vai pelo mesmo caminho inteligente! Acho francamente que o que precisamos nesta fase deste mundo é de gente assim... Só lhe posso é agradecer pelo seu arrojo. Considero-o muito. O que me faz vir aqui usar do meu tempo hoje para além deste agradecimento? A sua incrivel coragem e capacidade de adaptação, de reação á adversidade, e o seu novo desafio com a Hora H.Passemos aos factos já: A aposta do César foi brilhante. Acho que o Herman se apercebeu tão bem quanto eu, o valor desse rapaz. O rapaz é capaz de muita coisa, mas sinto-o um pouco timido perante si.
Também entendo que o trabalho tem de ser de equipe, mas o Herman precisa de novos chamarizes, sejamos muito pragmáticos. Se humildemente esta opinião lhe servir, uso e abuse de um César liberto, que aqueles dentes dele a rir e a "gozar o prato" , aquela segurança dele com bonecos absurdos e pouco vistos acertam na mouche de muita gente!. Sabe, acho que o outro rapaz, António qualquer-coisa (perdoe-me agora a falha) que recentemente apareceu é outra incrível potencia de actor. Noutra área e estilo evidentemente, julgo até que um bocado ainda deslocado, mas excepcional se bem integrado. Tem aquele sorrisinho meio traquina de miudo meio palerma e irritante, mas depois as imitações são soberbas de capacidade séria de trabalho.Fica-se sempre de boca aberta a ouvir o homem... E claro, o Herman precisa dessas vozes-off e brincadeiras... A outra rapariga (Herman, desculpe-me estas falha tão graves nos nomes), achei-a muito gira nas "Noites Marcianas" ao lado do Mourato. Escangalhava-se a rir por tudo e por nada e isso alimenta (por incrivel que pareça) o riso no espectador.As piadas e bonecos seguintes já "pegam" com bastante mais facilidade depois deste primeiro despertar para o riso.A capacidade dela de estar á altura da piada e dos papeis parece-me bem conseguida. Mas sabe o que acho mesmo do programa? Um esforço atabalhoado de construção já com ele no ar. (apague isto para que ninguém se deixe influenciar, sim?) O que me deixa colada a ele, diga-se de passagem, porque sou uma chata que fica microscópicamente a observar a sua capacidade de adaptação e construção em cima da adversidade. Há programas em que solto tão fácilmente a gargalhada aberta, que mal-agradecida é que nunca lhe serei, caramba...Deixo-lhe a minha visão dos pontos fracos: O boneco do pivot entradote. Não gosto. Percebo até o composto que queria explorar, mas sinto que não pega, sabe porquê? Está demasiado ridiculo. Sabe bem melhor que eu, com certeza,  que figuras decadentes e patéticas, deixam exactamente essa sensação dificil no espectador: decadência e vazio. Perdoe-me a sinceridade, mas o Herman não se pode dar ao luxo agora de usar esses bonecos. (Já o Raposinho é GENIAL porque é verdadeiro e puro por dentro).Genial MESMO.Use e ABUSE! A Maria Rueff. Se alguém a admira sou eu. É para mim uma rapariga que tem a coragem de ser tal e qual é, escondendo aparentemente aquela capacidade espantosa de vestir bonecos ao pormenor e extremo rigor. Admiro-a por ser a mulher contra-corrente que é. É preciso ter-se muita densidade lá dentro para se conseguir o que ela (candidamente) consegue. Mas na Hora H, não entendo o que lhe aconteceu... Está desadaptada, com bonecos que não lhe ficam bem, não sei bem explicar... Ela com figuras densas curiosamente não fica bem, porque parece que fica "despida" e exposta, fica-se com a sensação de que se ganha em actriz séria do Nacional e perde-se em actriz genial do humor...Fica bem melhor com papeis de portuguesa típica, de "Xancha", de homem "muita maluco", de homem palermoide e macho. Espero que me entenda bem nesta parte da Rueff, porque sabe bem como tem aí nela pano para mangas... O formato do programa também sei que não ajuda a muita solidificação de prestações. Entendi logo que seria ESSE mesmo formato que tinha de ser nesta altura do campeonato. Um formato que lhe permitisse adaptações e alterações bruscas de  bonecos.Mas deixo-lhe sugestões para sketches, ainda que já no fim dos 13 (julgo eu...) habituais programas: A RTP N, e aquele tipo de "eu cá é que sei tudo" das pessoas do norte em debates absurdos e surdos... O BCP e os opuzinhos (da Opus dei) a matarem-se uns aos outros, o Herman aí entrava que nem gingas... (terreno complicado?!)
Os Neaguers, o rap e o hip-hop, as comunidades do Miratejo e sei lá que mais que existem e são deliciosas por todo o país... Os Criativos, as ideias mirabolantes de empresas "loucas", muito ao género de Austin city ou Barreiro city ou Barcelona city... Os artistas dão pano para mangas pela sua excentricidade e convicções mais-que-absolutas de absurdas... O Alentejano! Sempre e sempre... Os ciganos! As feiras e a contrafacção. Eu pessoalmente acho um mundo fascinante para o humor carinhoso mas mordaz. O português que tudo argumenta agora para não trabalhar e para que lhe paguem para não o fazer (por exemplo a historia recente da legislação para as vendas de bolas de berlim) Os ANUNCIOS, Herman, OS ANUNCIOS! Esta fraternidade toda dos anuncios com jovens armadilhados de telemoveis com muita natureza e ecologia humana á mistura...Os festivais de verão. O humor na publicidade , tão estupido que já  faz rir por tudo e por nada e por ser tão estupido mesmo...
Para finalizar: sabe quem me está a surpreender mesmo na descrição e low profile que já lhe é tipica? A Ana Bola. Está MADURA! Está segura e tranquila. Limpida e transparente em cada boneco que faz. Gira com o seu sorriso cómico e com a sua simplicidade de quem já sabe muito disto tudo também...Muito engraçada... Até mais bonita e franca do que quando era um pouco mais nova! Outro que ganhou o seu estatutozinho é o Marques. Desmancha-se constantemente, isso é giro e meiguinho, e a pronuncia de Setubal e do Algarve que ele consegue tão bem, estava a ver que não era aproveitada!!!Também gosto do Trio Admira-te. As letras estão danadas de boas. Bom, espero que lhe seja util, e que retribua o agradecimento que francamente lhe tinha de deixar.Fico por aqui que isto já vai longo. Disponha sempre. Um beijinho, e continuação de bom trabalho. Ana Lorena
 
Cara Ana, excelente análise a sua ! Até na radiografia de uma Maria Rueff, que não consegue nesta fase disfarçar alguma mágoa que lhe vai na alma. Foi espectadora silenciosa e também protagonista anos demais, de demasiadas injustiças, e isso rouba-lhe por vezes a sua infantil capacidade de se entregar à “bonecagem” com a loucura que lhe conhecíamos. Só não estou de acordo com a sua crítica ao meu “Américo Russo” pivot decadente. É mesmo um dos meus favoritos. Assumo o risco de o meu próprio medo do envelhecimento se confundir com o dele. Eu sei que é um processo doloroso e arriscado, mas por isso mais saboroso e artístico ! Serve

Este Homem não é do Norte Carago:

publicado por Joana às 23:11 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS PROFISSIONAIS
susana.silva@hermanias.pt


email do blog : joanaherman@gmail.com

Facebook


Página feita pela :
HERMAN AO VIVO


Anunciozinho Bom


Quando um gajo não pesquisa, é muita complicado
 
Livro - As Melhores Anedotas do Herman
CD - Adeus Vou Ali Já Venho
DVD - Herman Enciclopédia
DVD - O Tal Canal
DVD - Hermanias Especial Fim de Ano
Livro - As Eternas Anedotas do Herman
DVD - Crime na Pensão Estrelinha
Herman


O Verdadeiro Artista


El Grande Criador de Toda a Música Ró

Get the Flash Player to see this player.

Ó prás novidades tão jeitosas
Letse Luque Eta Treila
online
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
design por isa costa

Blog de fã dedicado a todo o trabalho de
Herman José