InicioBiografiaEspetáculosHerman RespondeEntrevistasVídeosFotosChatFãs
Segunda-feira, 30 de Abril de 2007
Hora H - Chica Pardoca (29/04)

Gosto especialmente da piada à Parrachita ! :)


Este Homem não é do Norte Carago: ,


Hora H - Julio Flores (29/04)

"De zero a mil quanto somos Rafael ? - Somo mil - E ser mil é muita complicado!" O que adoro isto ! :)


Este Homem não é do Norte Carago: ,

publicado por Joana às 23:39 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Zézinho!

Este Homem não é do Norte Carago:


Hora H - Esqueci-me da Bomba

Grande momento!


Este Homem não é do Norte Carago: ,


Hora H - CNN Memoria (29/04)

O que eu adoro estas cantigas! :)


Este Homem não é do Norte Carago: ,


Domingo, 29 de Abril de 2007
E mais respostas...
Olá Herman! Começo por agradecer todos os momentos hilariantes de perfeita comédia que me proporcionou ao longo dos anos, por toda a genialidade em cada personagem, por cada pedaço de imaginação que coloca no seu trabalho. Obrigado, sobretudo, pela boa disposição que sempre transmitiu e me acompanhou durante todo este tempo. Um grande bem haja para a equipa de fabulosos actores que trabalharam (e trabalham) consigo durante tantos anos, com especial incidência para a Maria Rueff, que considero irresistível e incontornável. Venero personagens como a Super Tia e a sua "sidekick" Robinha (que saudades), Nelo e a respectiva e em constante sofrimento Idália e sem dúvida a Lili Canetas. Fui e sou um grande fã do Herman Enciclopédia. Gravava todos os episódios para depois rever vezes sem conta e rir com a mesma vontade a cada "rewind". A pergunta que tenho para si é a seguinte: De onde surge a comédia na sua vida ? Influência dos seus pais / família ? Fascínio por alguma personalidade comediante que tenha despertado o seu interesse ?
Obrigado, e cumprimentos de Torres Vedras.
Pedro

Olha Pedro, eu acho que foi qualquer coisa que nasceu agarrada a mim, tipo sinal. Desde que me lembro que resolvo os problemas com uma gargalhada. E nos tempos de escola, era graças às imitações que eu fazia com que os professores "esquecessem" algumas limitações e preguiças... Ainda tentei ser músico, mas... brilhava mais com as anedotas que contava no intervalo das gravações do que com os meus talentos musicais própriamente ditos ! Digamos que no meu caso, o destino estava "mesmo" traçado !

Alo Joana! Que inveja... Gorda =)! Aqui fica a minha mensagem p o Herman:
Quando o humor for tema de estudo certamente q se falará de uma era pós Herman, do estilo Hermânico ou de influencias Hermanísticas. A Herman enciclopédia ainda vai ser livro de texto e Herman José autor obrigatório no secundário qual Gil Vicente. O Herman tem a hulmildade (qb) dos grandes, que o faz partilhar a medalha de bronze (imagíne-se) com Nicolau, Rueff e os Gato.
Sei q o Herman veio a Londres ver o Little Britain, para quando um espetáculo para a comunidade Tuga? Se for preciso, vou vender bilhetes p a porta da embaixada :D
Good kiss
Claudia Custodio

Claudia, o show dos LB ao vivo (que por acaso está à venda em DVD) é um prodígio de produção e profissionalismo, que só se justifica em Paises com o mercado como o inglês. Acabo por me divertir mais com a versão "Seinfeld" do meu espectáculo: um banco, um micro, e liberdade absoluta para dizer tudo o que me passa pela cabeça. Também tenho uma versão "de luxo" que é com a banda do Pedro Duarte. Se conseguires dar uma saltada na noite de 26 de Maio ao Tivoli, garanto-te que não te arrependes !

Sou o Ricardo Mateus, tenho 21 anos e sou de S. Miguel (Açores) e, creio que por viver separadamente do terrirório-mãe, vejo os artistas só pelo seu lado profissional, nunca me interessou tão pouco o que está para fora dele. Agora que reparo em muito do que acontece, lá isso sim. Não sei se é o termo certo, mas sinto alguma hipocrisia. Não dizem/fazem realmente o que lhes passa pela alma, ou se dizem/fazem algo é para parecer bem e para agradar a determinada gente. Sinto isso contigo Herman, trás de volta aquela tua irreverência à tua profissão. Se calhar até fazes isso, nos teus espetáculos ao vivo, mas tenho a certeza que não fazes na TV. Sempre gostei do teu trabalho. Via o Herman Enciclopédia às escondidas porque os meus pais diziam que eras nojento (riam-se, mas diziam que era nojento, ainda bem que evoluí na mentalidade) mas não consigo gostar deste Hora H, tem muita coisa que faz não gostar, infelizmente. Mesmo assim ainda gosto dos momentos da Chica Pardoca e dos músicais. Queria saber se tens planos para vir cá dar algum espetáculo, fazes falta aqui, pá! (nem que seja para por as beatas em sobressalto)

Adoro São Miguel. Tenho grandes recordações das minhas passagens por lá nos anos oitenta. Quanto ao Hora H, devo dizer-te que adoro o programa. Cada minuto. É o humor em que acredito. E respeito muito quem não gosta. O drama do humor é que se trata de qualquer coisa de tão subjectivo que não se pode impor. Que dizer de quem não gosta de peixe ? Um dia, em São Miguel, abriram um cherne gigante acabado de pescar para nos servir um almoço memorável. Um dos meus musicos insistiu em comer bife, porque... "não apreciava peixe..." É assim, é a vida ! De qq maneira, obrigado pela tua honestidade.

Olá Herman!
Tenho muita curiosidade em saber muitas coisas sobre ti... mas acho que devagar se vai ao longe e uma perguntinha de cada vez:
Num dia tão importante como o de hoje para o nosso país, qual a tua opinião sobre o 25 de Abril de 1974? Estamos nós no bom caminho? Os desígnios da revolução estão a ser cumpridos?
Beijinhos bom!
-- Isabel Cunha

Querida Isabel, há dias pediram-me um recado para o dia da mãe. Mandei este. Pelo seu conteudo penso que consegues deduzir aquilo que penso da nossa democracia:

Querida mãe, peço-te desculpa por não ter tido talento para vingar num Pais diferente, daqueles onde a democracia é plena e o estado respeita os seus famosos, em vez de se distrair a brincar ao tiro ao alvo com eles. Seriamos mais felizes, e tu terias decerto outra saúde e muito mais alegria de viver. Mas temos de ser positivos. Olha se tivessemos nascido no Iraque ? Beijos e feliz dia da mãe !

Olá, o meu nome é Ana

Antes de colocar a questão, não queria deixar de mencionar que o Herman é alguém que sempre admirei como artista, humorista, apresentador e muito também como cantor. Quanto ao Hora H, estou a adorar e devo confessar até que com alguns dos personagens e momentos do programa, foi para mim amor á primeira vista, como o Raposinho, a Chica Pardoca, o Yuri e os momentos musicais (que simplesmente adoro). As letras das músicas são sempre fantásticas, com o seu característico toque refinado em tom de crítica humorística... decididamente BRILHANTE.
Aqui fica então a minha questão...Tendo em conta todos estes anos, de sucessos (e tudo o que de bom ou menos bom está inerente a este mesmo facto), em que muitas pessoas devem ter passado e ainda hoje pela sua vida, colegas de trabalho, conhecidos, amigos, conhecidos dos amigos (pessoas com algum tipo de interesse ou não, enfim...). A questão é (e compreendo que possa responder-me apenas superficialmente, mas não tem importância), qual o real significado de amizade para si e a relevância da mesma na sua vida? E como é a tarefa de gerir todos estes factores, por forma a que isso não altere a sua estabilidade emocional, imprescindível a qualquer ser humano (carga acrescida para alguém como o Herman, que tem de passar coisas boas ou fazer rir ainda que possa eventualmente não estar tão bem)? Para terminar apenas acrescentar um pequeno detalhe. Sou a namorada do Ricardo Matos e isto é relevante, só pelo facto de hoje em dia o Herman ter uma maior importância para mim. Quem faz o bem aos que AMO, é como se o fizesse comigo. Obrigado ao Herman por ser a pessoa que é e não desistir de o mostrar a quem duvida dele. Continuação de muito sucesso e durante muitos mais anos. Beijinhos. Ana Sofia

Cara Ana, ninguém sonha até que ponto tenho uma vida calma e em "circuito fechado". Os meus amigos são os mesmos há anos e anos. Terá sido esse o meu maior talento, ter sabido manter junto a mim, todos aqueles que considero bons seres humanos. Às vezes engano-me, há sempre uma ovelha RONHOSA em todo o rebanho. (ronhosa e não ranhosa como insistem em dizer, vem de ronha, não tem nada a ver com RANHO ! :-)

Este Homem não é do Norte Carago:

publicado por Joana às 22:56 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sábado, 28 de Abril de 2007
Only Herman!



Este Homem não é do Norte Carago:


Genérico final

Adoro este genérico :)


Este Homem não é do Norte Carago: ,

publicado por Joana às 10:49 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Crime na Pensão Estrelinha

Programa de passagem de ano, uma obra prima do Herman:)


Este Homem não é do Norte Carago: ,

publicado por Joana às 10:48 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Crime na Pensão Estrelinha

A pedido de muitas famílias, aqui está um pouco do Crime na Pensão Estrelinha!


Este Homem não é do Norte Carago: ,


CONTACTOS PROFISSIONAIS
susana.silva@hermanias.pt


email do blog : joanaherman@gmail.com

Facebook


Página feita pela :
HERMAN AO VIVO


Anunciozinho Bom


Quando um gajo não pesquisa, é muita complicado
 
Livro - As Melhores Anedotas do Herman
CD - Adeus Vou Ali Já Venho
DVD - Herman Enciclopédia
DVD - O Tal Canal
DVD - Hermanias Especial Fim de Ano
Livro - As Eternas Anedotas do Herman
DVD - Crime na Pensão Estrelinha
Herman


O Verdadeiro Artista


El Grande Criador de Toda a Música Ró

Get the Flash Player to see this player.

Ó prás novidades tão jeitosas
Letse Luque Eta Treila
online
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
design por isa costa

Blog de fã dedicado a todo o trabalho de
Herman José